#ConexãoSundance: Native Son - Cinem(ação) - crítica
Festival de Sundance 2019: Native Son

#ConexãoSundance: Native Son

#ConexãoSundance: Crítica e análise do filme Native Son, de Rashid Johnson, com Ashton Sanders (Moonlight).

A cobertura do Festival de Sundance 2009 será postada filme a filme, com resumos e críticas dos longas acompanhados pelo crítico Maurício Costa.

Native Son:

Sobre o filme que foi a abertura do festival no dia 24, Maurício Costa conta que Native Son conta a história de Bigger Thomas, um jovem negro de Chicago que aceita o emprego como motorista de uma família branca e rica, e isso vai mudar seu destino. Diferente de “certos lugares”, nos Estados Unidos o tema do racismo é discutido.

Exatamente por ser um tema que se discute, existem muitos bons filmes sobre o tema. Native So é dirigido pelo Rashid Johnson, e Maurício acredita que o filme vai vencer a competição do júri e o prêmio da audiência, além de possivelmente ter um certo apelo para o Oscar do próximo ano.

O crítico afirma categoricamente que o filme é uma obra prima, especialmente pela sutileza. O filme pega todos os desenhos dos limites e das fronteiras do racismo e mistura, rabisca tudo e borra completamente, deixando o espectador tendo sentimentos completamente contraditórios. O filme tem muitas camadas, e muitas complexidades: ninguém é inocente, nem completamente vítima, nem completamente vilão ou herói.

O mais incrível do filme é que ele vai devagar, mostra as relações, os negros que não aceitam o trabalho, problemas, etc. O que faz o filme tão bom é que, quando menos se espera, tem porrada para o espectador. E o mais genial do filme é maneira como é feito o twist, com uma calma e sutileza e de um jeito tão incidental, que você fica surpreso.

É essa mudança que dá para o filme a magnitude que ganhou: filme de abertura, provável vencedor e possível front runner para o Oscar. Maurício conta que o filme é um primor, porque faz você reconhecer todos os problemas relacionados ao preconceito e te faz questionar sobre os estereótipos em relação ao preconceito.

Nota: 5

Sinopse e ficha:


Native Son / U.S.A. (Director: Rashid Johnson, Screenwriter: Suzan-Lori Parks, Producers: Matthew Perniciaro, Michael Sherman) — In this modern reimagining of Richard Wright’s seminal novel, a young African-American man named Bigger Thomas takes a job working for a highly influential Chicago family, a decision that will change the course of his life forever. Cast: Ashton Sanders, Margaret Qualley, Nick Robinson, KiKi Layne, Bill Camp, Sanaa Lathan.


Native Son / Estados Unidos (Diretor: Rashid Johnson, Roteirista: Suzan-Lori Parks, Produtores: Matthew Perniciaro, Michael Sherman) — Nesta reimaginação moderna do romance seminal de Richard Wright, um jovem afroamericano chamado Bigger Thomas aceita trabalhar para uma família influente de Chicago, em uma decisão que vai mudar o curso de sua vida para sempre. Elenco: Ashton Sanders, Margaret Qualley, Nick Robinson, KiKi Layne, Bill Camp, Sanaa Lathan.

Participam da cobertura do Festival de Sundance 2019 os seguintes sites e canais: Razão:de:Aspecto, Cinem(ação), Getro.com.br, Wanna be Nerd e Correio Braziliense.

Gostou? Dê um like e passe adiante!

Leia também:

Apoie o Cinem(ação): contribua com a cultura cinematografica!

  • Críticas cinematográficas
  • Mais de 6 horas de conteúdo inédito por semana
  • Podcasts semanais
  • Grupo no Facebook exclusivo para apoiadores
  • Acompanhamento das nossas conquistas com seu apoio

Abra a porta do armário! Deixe seu comentário:

Material close icon