#ConexãoSundance: Divino Amor (Divine Love) - Cinem(ação)
Divino Amor - Filme de Gabriel Mascaro - Sundance Film Festival 2019

#ConexãoSundance: Divino Amor (Divine Love)

#ConexãoSundance: Crítica e análise do filme de Gabriel Mascaro “Divino Amor” (Divine Love).

A cobertura do Festival de Sundance 2009 será postada filme a filme, com resumos e críticas dos longas acompanhados pelo crítico Maurício Costa.

Divino Amor (Divine Love)

Divino Amor é a estreia do novo filme do diretor Gabriel Mascaro é a primeira vez dele em Sundance (já foi premiado em Veneza pelo filme Boi Neon). Segundo Maurício, é um filme excelente, que está possivelmente condenado a ser rejeitado por grande parte do público brasileiro, ou talvez passe até batido e ninguém se importe, que é o que acontece geralmente com os bons filmes brasileiros.

Divino Amor é uma distopia brasileira, na qual o país é uma república praticamente evangélica em 2027. Na história, Dira Paes faz uma funcionária de um cartório que ajuda as pessoas a evitarem o divórcio, chamando-as para um grupo secreto com o nome do filme, do qual ela e seu marido fazem parte.

Na verdade, mesmo que a sinopse pareça de um filme debochado e radical, Maurício conta que é um filme super respeitoso, e o próprio Gabriel Mascaro falou que não queria fazer um filme maniqueísta, e sim um filme equilibrado e que mostre de forma moderada e ambivalente uma personagem que talvez na vida real ele rejeitasse, mas que queria ser capaz de dialogar, com o filme sendo um espaço para isso.

O crítico conta que quanto menos detalhes se souber do filme, melhor. Especialmente porque a história é envolvente por si só. Ela mexe com muitas coisas, como a fé, a dúvida, a vontade de ter filhos, questões científicas, e uma metáfora em relação ao conservadorismo que tem ganhado espaço no Brasil e no Mundo. Divino Amor conseguiu fazer uma abordagem sensível e uma crítica social muito sutil. Pensando em distopia, ele fez algo totalmente oposta ao Conto da Aia, por exemplo. Fotografia maravilhosa, Dira Paes sensacional, e o roteiro do filme é ótimo. Ele realmente faz jus ao que o Gabriel Mascaro costuma fazer em seus trabalhos.

Houve uma reação de estranhamento no Festival, logo no começo, de maioria de americano, e o apresentador apresentou com empolgação inacreditável. Isso porque, assim como no documentário Democracia em Vertigem, os americanos conseguem empatizar com a situação nos Estados Unidos: a dicotomia entre desejo e violência, liberdade e fé, e como a religião e o conservadorismo estão tratando a maneira como lidamos com o próprio corpo.

Nota: 5

Sinopse e ficha:


Divine Love / Brazil, Uruguay, Denmark, Norway, Chile (Director: Gabriel Mascaro, Screenwriters: Gabriel Mascaro, Rachel Daisy Ellis, Esdras Bezerra, Lucas Paraízo, Producer: Rachel Daisy Ellis) — Brazil, 2027. A deeply religious woman uses her position in a notary’s office to advance her mission to save struggling couples from divorce. Whilst waiting for a sign in recognition of her efforts, she’s confronted with a crisis in her own marriage that ultimately brings her closer to God. Cast: Dira Paes, Julio Machado, Emilio de Melo, Teca Pereira, Mariana Nunes, Thalita Carauta.

Divino Amor / Brasil, Uruguai, Dinamarca, Noruega, Chile (Direcor: Gabriel Mascaro, Roteiristas: Gabriel Mascaro, Rachel Daisy Ellis, Esdras Bezerra, Lucas Paraízo, Produtora: Rachel Daisy Ellis) — Brasil, 2027. Uma mulher muito religiosa usa sua posição em um cartório para seguir em sua missão de salvar casais em crise do divórcio. Enquanto espera por um sinal de reconhecimento de seus esforços, ela é confrontada com uma crise em seu próprio casamento, que acaba por levá-la para mais perto de Deus. Elenco: Dira Paes, Julio Machado, Emilio de Melo, Teca Pereira, Mariana Nunes, Thalita Carauta.

Participam da cobertura do Festival de Sundance 2019 os seguintes sites e canais: Razão:de:Aspecto, Cinem(ação), Getro.com.br, Wanna be Nerd e Correio Braziliense.

Gostou? Dê um like e passe adiante!

Leia também:

Apoie o Cinem(ação): contribua com a cultura cinematografica!

  • Críticas cinematográficas
  • Mais de 6 horas de conteúdo inédito por semana
  • Podcasts semanais
  • Grupo no Facebook exclusivo para apoiadores
  • Acompanhamento das nossas conquistas com seu apoio

Abra a porta do armário! Deixe seu comentário:

Material close icon