#ConexãoSundance 2020: His House - Cinem(ação)
His House - filme exibido no Festival de Sundance 2020

#ConexãoSundance 2020: His House

#ConexãoSundance: Crítica e análise do filme de terror His House.

A cobertura do Festival de Sundance 2020 será postada filme a filme, com resumos e críticas dos longas acompanhados pelo crítico Maurício Costa.

VEJA A COBERTURA COMPLETA DO FESTIVAL DE SUNDANCE AQUI!

His House

O terceiro filme da sessão de meia-noite é uma produção da Regency e da BBC Filmes que foi comprado pela Netflix aqui no festival. Trata-se de algo muito diferente para um filme de terror. Ele pode ser considerado como o filme definitivo sobre o terror da vida contemporânea: ele trata dos problemas que vivemos no mundo hoje, como a crise de refugiados na Europa.

Os protagonistas são refugiados sudaneses em Londres, e acabam saindo sob fiança e recebendo um apoio do governo britânico, e para isso são levados a um conjunto habitacional, com uma vizinhança predominantemente branca e uma ajuda para alimentação.

Mas o filme não é sobre racismo ou xenofobia. Essa foi a grande surpresa. Ele poderia ser um terror de invasão domiciliar e violência: ele tem isso, mas apenas de maneira colateral. Na verdade a história e o terror se concentra na relação entre marido e mulher, com o marido tentando se adaptar o mais rápido possível à vida no local, e a esposa ainda presa ao passado por causa da perda da filha durante a travessia.

Quando eles vão à casa, eles começam a ver coisas apavorantes que não podem ser comentadas aqui. Nos primeiros 20 minutos, tem uma cena que deixou o público espantado demais: a reação foi tão forte que uma pessoa tentou sair da sessão. O filme mistura terror sobrenatural e psicológico com drama psicológico. Nesse mix de gêneros ele faz uma alegoria sobre o terror que é viver em 2020.

Como terror em si, ele não é totalmente assustador. Não chega a ser tão perturbador quanto “The Night House“, por exemplo. Mas o filme nos puxa mais para a realidade por ser concentrado nos dramas coletivos.

No final, o filme arrepia de emoção, o que melhora a impressão do fim do filme, por conta da condução do desfecho definitivo do terror.

Nota: 4,5 / 5

Sinopse e Ficha Técnica:

Muitas histórias de refugiados terminam no mesmo lugar: um novo lar seguro. E é aí que “His House” começa, com um casal sudanês chegando em uma tranquila cidade inglesa para seu “felizes para sempre”. Mas, à medida que tentam se adaptar ao novo lugar, percebemos que há mais para culpar do que mal-entendidos transculturais. As coisas começam a dar errado desastrosamente.

Competição: Meia-Noite
País: Reino Unido
Duração: 93 min
Idioma: Inglês e Dinka
Produção: Regency / BBC Filmes
Direção e roteiro: Remi Weekes

Participam da cobertura do Festival de Sundance 2020 os seguintes sites e canais: Razão:de:Aspecto, Cinem(ação), Getro.com.br e Wanna be Nerd.

Gostou? Dê um like e passe adiante!

Leia também:

Apoie o Cinem(ação): contribua com a cultura cinematografica!

  • Críticas cinematográficas
  • Mais de 6 horas de conteúdo inédito por semana
  • Podcasts semanais
  • Grupo no Facebook exclusivo para apoiadores
  • Acompanhamento das nossas conquistas com seu apoio

Abra a porta do armário! Deixe seu comentário:

Material close icon