Precisamos falar sobre De Repente 30 - Cinem(ação): filmes, podcasts, críticas e tudo sobre cinema

Precisamos falar sobre De Repente 30

A comédia romântica mais amada pela Sessão da Tarde, ainda é uma das melhores histórias sobre amadurecimento. Precisamos falar sobre De Repente 30.

Jenna Rinks tem 13 anos, fã de Rick Springfield, apaixonada garoto mais popular da escola, tem uma grande amizade com Matt e quer fazer parte das seis gatinhas (ala Meninas Malvadas), ela se sente infeliz por ser muito diferente das meninas de sua idade. Após ler uma matéria na revista Poise, seu grande desejo é chegar aos 30 anos, a idade do sucesso.

Todos sabemos que esses dramas são naturais da idade e em como nossa vida parece um saco quando temos 13 anos.

gif de jenna dizendo que odeia sua vida

Seguindo a receita do filme estrelado por Tom Hanks, Quero Ser Grande, De Repente 30, mostra a transformação dos 13 aos 30 anos, do dia para noite, só que, diferente do filme dos anos 80, Jenna vai para 17 anos no futuro, onde todos os seus amigos e familiares também estão mais velhos.

Nessa linha temporal, ela conseguiu realizar seus sonhos de infância: virou líder do grupo das seis gatinhas, é amiga da Madonna e editora-chefe da revista que lia quando mais nova, porém, para conseguir tudo isso, a personagem pagou um alto preço. Ela acabou com sua amizade com Matt, não fala com seus pais e, ainda que não saiba, possui um caráter duvidoso.

Por isso, as motivações e escolhas tomadas pela personagem são compreensíveis. Até certo ponto, Jenna não busca ser criança novamente, apenas quer aproveitar o momento. Misturando a maturidade dos 30 com a inocência dos 13, ela dança Michael Jackson, compra milhares de roupas e percebe que, na verdade, o que realmente queria estava ao seu lado o tempo todo (literalmente).

Naquela época, Jennifer Garner já era um sucesso nas telinhas e telonas, um ano após estrelar o fiasco Demolidor – O Homem Sem Medo, foi chamada para dar vida a Jenna Rinks. Além dela, temos Mark Ruffalo como o melhor amigo Matt, Judy Greer como Lucy, Andy Serkis como Richard e até a Capitã Marvel, Brie Larson, participou como uma das seis gatinhas.

Com uma trilha sonora recheada de sucessos, 13 Going On 30 é sobre amadurecimento e a importância dos nossos atos, em como eles podem refletir o futuro. Na sua “segunda” chance, Jenna conseguiu valorizar as oportunidades sem humilhar ou desprezar ninguém, aproveitou todos os momentos e realizou outros sonhos.

Tudo isso resulta numa comédia romântica leve e gostosa de se assistir.

gif matt e jenna dizendo Arrivederci, Au Revoir

Então, Arrivederci, Au Revoir!

Gostou? Dê um like e passe adiante!

Leia também:

Apoie o Cinem(ação): contribua com a cultura cinematografica!

  • Críticas cinematográficas
  • Mais de 6 horas de conteúdo inédito por semana
  • Podcasts semanais
  • Grupo no Facebook exclusivo para apoiadores
  • Acompanhamento das nossas conquistas com seu apoio

Abra a porta do armário! Deixe seu comentário:

Material close icon