9 filmes inesperados para ver agora mesmo! - Cinem(ação)
Como Nossos Pais, de Laís Bodanzky

9 filmes inesperados para ver agora mesmo!

Tem horas que precisa fugir da mesmice e assistir a filmes inesperados! Aproveitando a celebração que a distribuidora Imovision fez do Dia do Cinema Nacional e, além disso, os lançamentos mais recentes do Petra Belas Artes à La Carte, decidimos listar alguns filmes que você pode ver com um clique!

Alguns estão disponíveis em VoD, outros em Streaming. É tudo uma questão de escolher o serviço da sua preferência!

Confira os filmes inesperados para ver agora:

“Fim de Festa” (Brasil, 2019)

Filme de Hilton Lacerda. Na trama, Uma jovem francesa foi brutalmente assassinada na cidade do Recife. O policial Breno volta antecipadamente de suas férias para investigar o crime, surpreendendo seu filho com três amigos hospedados em sua casa. Enquanto procura por pistas, a cidade desenterra traumas do passado de Breno e revela um estranho universo de lugares e memórias.

Fim de Festa (Hilton Lacerda)

Onde ver: Google Play / Net Now / YouTube / Telecine Play / Telefonica / Claro / Oi

“As Boas Maneiras” (Brasil, 2017)

No filme de Juliana Rojas e Marco Dutra, Clara, enfermeira solitária da periferia de São Paulo, é contratada pela rica e misteriosa Ana como babá de seu futuro filho. Uma noite de lua cheia muda para sempre a vida das duas mulheres.

As boas maneiras
As Boas Maneiras (Juliana Rojas, Marco Dutra)

Onde ver: Google Play / Net Now / Apple / YouTube / Looke / Telecine Play

“Boi Neon” (Brasil, 2015)

Dirigido por Gabriel Mascaro, o filme conta uma história que se passa nos bastidores das Vaquejadas. Iremar e um grupo de vaqueiros preparam os bois antes de soltá-los na arena. Levando a vida na estrada, o caminhão que transporta os bois para o evento é também a casa improvisada de Iremar e seus colegas de trabalho: Zé, Negão, Galega e sua filha Cacá. O cotidiano é intenso e visceral, mas algo inspira novas ambições em Iremar: a recente industrialização e o polo de confecção de roupas na região do semiárido nordestino. Deitado em sua rede na traseira do caminhão, sua cabeça divaga em sonhos de lantejoulas, tecidos requintados e croquis. O vaqueiro esboça novos desejos.

Boi Neon (Gabriel Mascaro)

Onde ver: PayTV – A&E / Canal Brasil. VOD – Net Now / Telefonica

“Casa Grande” (Brasil, 2014)

No longa dirigido por Fellipe Gamarano Barbosa, Jean é um adolescente rico que luta para escapar da superproteção dos pais, secretamente falidos. Enquanto a casa cai, os empregados têm que enfrentar suas inevitáveis demissões, e Jean tem que confrontar as contradições da casa grande.

Casa Grande (Fellipe Gamarano Barbosa)

Onde ver: Google Play / Net Now / Apple TV/ YouTube

“Como Nossos Pais” (Brasil, 2017)

Direção de Laís Bodanzky. Rosa é uma mulher que quer ser perfeita em todas suas obrigações: como profissional, mãe, filha, esposa e amante. Quanto mais tenta acertar, mais tem a sensação de estar errando. Filha de intelectuais dos anos 70 e mãe de duas meninas pré-adolescentes, ela se vê pressionada pelas duas gerações que exigem que ela seja engajada, moderna e onipresente, uma supermulher sem falhas nem vontades próprias. Até que em um almoço de domingo, recebe uma notícia bombástica de sua mãe. A partir desse episódio, Rosa inicia uma redescoberta de si mesma.

Como Nossos Pais, de Laís Bodanzky

Onde ver: Apple / Looke / Netflix

“O Proscrito” (EUA, 1943)

Clássico de Howard Hughes, foi fortemente censurado pelo código Hayes, nos Estados Unidos. Rodado em 1941, o filme foi proibido em 1943 e liberado definitivamente em 1946, mas teve 35 minutos cortados. Este western, considerado extremamente sexy, teve como maior destaque o busto da estrela Jane Russel, para quem foi confeccionado um sutiã especial, que ela nunca usou, mas tornou a peça famosa.

O Proscrito (Howard Hughes)

Onde ver: Petra Belas Artes À La Carte

“Trens Estreitamente Vigiados” (Tchecoslováquia, 1966)

Vencedor do Oscar 1968 de Melhor Filme Estrangeiro, é o primeiro longa-metragem dirigido por Jirí Menzel, que possui também uma extensa filmografia como ator. Baseado em romance de Bohumil Hrabal, o filme também foi indicado ao Globo de Ouro de Melhor Filme Estrangeiro e ao BAFTA de Melhor Filme e Melhor Trilha Sonora.

Trens Estreitamente Vigiados (Jirí Menzel)

Onde ver: Petra Belas Artes À La Carte

“Fascismo de Todos os Dias” (Rússia, 1965)

É um contundente documentário do diretor Mikhail Romm (1901-1971), que foi professor de Cinema de cineastas futuramente consagrados, entre eles Andrei Tarkovsky. Romm realizou 18 longas-metragens, entre eles o clássico “Bola de Sebo”(1934), seu filme de estreia, e “Moça nº. 217”(1945), premiado no Festival de Cannes. “Sonho”(1941), outro importante filme dele, foi considerado “um dos maiores do mundo” pelo então presidente americano Franklin Roosevelt.

Fascismo Todos os Dias (Mikhail Romm)

Onde ver: Petra Belas Artes À La Carte

“Uma Longa Queda” (Reino Unido/Alemanha, 2014)

Penúltimo filme do diretor francês Pascal Chaumeil, falecido em 2015, é uma adaptação de livro de Nick Hornby, o mesmo escritor de “Alta Fidelidade”, best-seller que originou o cultuado filme homônimo, de 2000, dirigido por Stephen Frears e protagonizado por John Cusack.

Uma Longa Queda (Pascal Chaumeil)

Onde ver: Petra Belas Artes À La Carte

Gostou? Dê um like e passe adiante!

Leia também:

Apoie o Cinem(ação): contribua com a cultura cinematografica!

  • Críticas cinematográficas
  • Mais de 6 horas de conteúdo inédito por semana
  • Podcasts semanais
  • Grupo no Facebook exclusivo para apoiadores
  • Acompanhamento das nossas conquistas com seu apoio

Abra a porta do armário! Deixe seu comentário:

Material close icon