#ConexãoSundance 2020: Epicentro - Cinem(ação)
Epicentro - documentário sobre Cuba - Festival de Sundance 2020

#ConexãoSundance 2020: Epicentro

#ConexãoSundance: Crítica e análise do filme Epicentro, sobre Cuba.

A cobertura do Festival de Sundance 2020 será postada filme a filme, com resumos e críticas dos longas acompanhados pelo crítico Maurício Costa.

VEJA A COBERTURA COMPLETA DO FESTIVAL DE SUNDANCE AQUI!

Epicentro

O primeiro filme do terceiro dia do Festival de Sundance foi o documentário de produção austríaca chamado “Epicentro”, que fala sobre a situação em Cuba. O diretor vai para Cuba e passa um tempo no país conversando com as pessoas comuns, entre eles uma criança que se destaca.

É um filme impactante porque mostra uma Cuba que a gente não costuma ver nos filmes. Ele vai na raiz do que é a alma do povo cubano e o que é a transformação daquela sociedade, assim como a relação deles com os Estados Unidos, especialmente pelo nível de conhecimento das pessoas a respeito do que acontece fora de Cuba.

Leonelis, a menina que se destaca, fala algumas coisas aos 10 anos que resumem problemas políticos e sociológicos em uma frase que muita gente não conseguiria fazer.

O filme mostra muito o contraste entre a vida dos cubanos e a vida dos turistas, e como os cubanos veem os turistas e como eles acham que os turistas os veem, e tudo com uma linguagem visual muito bonita. O filme é poético e o diretor soube como usar recursos metalinguísticos e visuais, como personagens vendo filmes ou realizando o sonho de Leonelis de estudar para ser atriz, e mostrando vídeos para eles sobre a Guerra entre Estados Unidos e Espanha em 1898, e faz um jogo muito bonito de imagens e sons principalmente com a batida das ondas, o que deixa a experiência muito marcante. Epicentro é um documentário que deve fazer barulho ao longo do ano, pois tem todos os ingredientes para agradar à cena das premiações.

Nota: 5 / 5

Sinopse e Ficha Técnica:

As ondas batendo na praia formam uma abertura dramática para o espírito deste lugar que aguentou décadas de pressão externa. Nas ruas de Havana, residentes de todas as idades dividem suas visões sobre viver sob imposições dos outros e a liberdade interna em que vivem.

Competição: World Cinema Documentary Competition
País: EUA / Áustria / França
Duração: 107 min
Idioma: Inglês e Espanhol
Produção: independente
Direção: Hubert Sauper

Participam da cobertura do Festival de Sundance 2020 os seguintes sites e canais: Razão:de:Aspecto, Cinem(ação), Getro.com.br e Wanna be Nerd.

Gostou? Dê um like e passe adiante!

Leia também:

Apoie o Cinem(ação): contribua com a cultura cinematografica!

  • Críticas cinematográficas
  • Mais de 6 horas de conteúdo inédito por semana
  • Podcasts semanais
  • Grupo no Facebook exclusivo para apoiadores
  • Acompanhamento das nossas conquistas com seu apoio

Abra a porta do armário! Deixe seu comentário:

Material close icon