CRÍTICA: QUATRO HISTÓRIAS DE DESEJO (NETFLIX) 2018

CRÍTICA: QUATRO HISTÓRIAS DE DESEJO – ORIGINAL NETFLIX 2018

Quatro Histórias de Desejo é despretensioso e leve ao abordar a paixão sob diversos ângulos.

Ficha Técnica
Direção: Zoya Akhtar, Dibakar Banerjee, Karan Johar e Anurag Kashyap
Roteiro: Radhika Apte, Anurag Kashyap, Ruchika Oberoi, Dibakar Banerjee e Sumit Saxena
Elenco: Radhika Apte, Bhumi Pednekar, Manisha Koirala,Sanjay Kapoor, Vicky Kaushal, Kiara Advani, Neil Bhoopalam, Jaideep Ahlawat, Akash Thosar, Neha Dhupia, Randeep Jha eAdbul Quadir Amin.
Censura: 16 anos
Nacionalidade: Índia, 2018.

 

 

 

O filme Quatro Histórias de Desejo apresenta quatro contos sobre relacionamento, amor, sexo e ciúme na Índia moderna. O filme, que está disponível na Netflix, tem 2 horas de duração dedicando mais ou menos 30 minutos para cada curta.

A voz e o olhar narrativos são sempre a partir das mulheres, protagonistas nos quatro contos. Se você já teve contato com a produção literária de Nelson Rodrigues (ou mesmo as adaptações para a Tv das obras dele) e gostou dos temas, certamente irá apreciar esse filme.

As histórias retratam com muita vivacidade o cotidiano das relações amorosas. A condução do roteiro é despretensiosa, leve e divertida. Os diálogos são o ponto forte da trama e, mesmo no segundo conto, onde quase não há diálogo verbal, ele existe no olhar da protagonista e na respiração dela.

A Paixão é a coluna vertebral da linha narrativa, à qual se unem temas anexos e inerentes à paixão. Cada conto apresenta um (ou mais) desses temas.

O primeiro conto, por exemplo, apresenta a paixão arrebatadora, o desequilíbrio emocional diante de um relacionamento improvável em que tudo está ao contrário: a experiência vira desespero e a inocência torna-se sabedoria. O Cômico surge exatamente pelas relações inesperadamente inversas.

A segunda história volta-se ao drama. Aqui há um paralelo narrativo entre amor e profissão da personagem: aceitar as migalhas do amor não recíproco e do desvalorizado trabalho. Ela fica sempre com os restos.

Amizade e amor entram em embate no terceiro conto. Até que ponto a verdade implica felicidade numa relação? A omissão é pior que a mentira? Nessa história acompanhamos três personagens numa delicada situação. A solução do roteiro é inusitada.

O prazer feminino é o tabu da última história. É um tema universal muito bem trabalhado em contraste com a cultura indiana. Além da narrativa principal, temos uma segunda que tem o livro Lolita como mote. Se você reparar bem, essa obra literária dialoga com as quatro narrativas.

Alias, caso seja do seu interesse, veja aqui mais sobre Lolita e outras obras clássicas da literatura erótica.

No catálogo da Netlix, há outro filme excelente com a mesma temática de Quatro Histórias de Desejo. Você pode clicar aqui para conhecê-lo!

 

 

  • Nota Geral
5

Resumo

Quatro Histórias de Desejo é despretensioso e leve ao abordar a paixão sob diversos ângulos.

Gostou? Dê um like e passe adiante!

Leia também:

Apoie o Cinem(ação): contribua com a cultura cinematografica!

  • Críticas cinematográficas
  • Mais de 6 horas de conteúdo inédito por semana
  • Podcasts semanais
  • Grupo no Facebook exclusivo para apoiadores
  • Acompanhamento das nossas conquistas com seu apoio

Abra a porta do armário! Deixe seu comentário:

Material close icon