THANOS E JIM STARLIN

THANOS E JIM STARLIN

Ele sobreviveu a um acidente de helicóptero na Sicília, a explosões no sudeste asiático e é veterano da guerra no Vietnã. Não, não estamos falando de um personagem de quadrinhos, mas de Jim Starlin. Um ex-mecânico que nasceu em Detroit e é o criador de Thanos, o maior vilão do universo Marvel.

Após a guerra, numa aula de psicologia, começou a esboçar Thanos e Drax, o destruidor. Mas demorou um pouco para o Titã Louco protagonizar histórias em quadrinhos.

Inicialmente, Jim foi convidado para fazer a arte final de histórias do Homem-Aranha, mas logo recebeu a chance de trabalhar em três edições de Homem de Ferro, onde não perdeu tempo e inseriu Thanos no enredo. A revista não teve muito sucesso e Jim foi retirado por Stan Lee.

Nova chance apareceu: trabalhar com Capitão Marvel. Outra vez trouxe Thanos para as páginas, mas agora num arco mais complexo e centrado no vilão.  Eram histórias mais filosóficas e existencialistas. Sobre essa época, Jim Starlin comentou:

“Eu fumava bomba, pingava ácido e comia cogumelos e cumpria os prazos”

 

Escreveu também “A Morte do Capitão Marvel“, a primeira Grafic Novel da Marvel. Sucesso de crítica e de vendas, a história narrava com uma profundidade não comum à época o derradeiro fim do herói Adam Warlock, acometido de câncer após contato com gás tóxico. Também vítima de câncer faleceu o pai do escritor, que confessou em entrevista que esse roteiro foi “uma forma de terapia barata” para a situação pela qual passou.

 

 

O nome “Thanos” é derivado da mitologia grega em que “Thanatos”, segundo o poeta Hesíodo, “é filho de moradas escuras, odiado por deuses e mortais”. Uma personificação da morte, do esquecimento. Descrição presente no livro “Teogonia“.

Nos quadrinhos não é muito diferente. Thanos é membro de uma raça de quase deuses morando em Titã. Ele nasceu com um gene recessivo deviante (mutação que altera a constituição física e orgânica) que o deixou diferente de todos e, por pouco não foi assassinado pela própria mãe. Com o tempo, a sociedade deixava-o de lado e favorecia o irmão dele: Eros. A história de Thanos foi recontada em “A ascensão de Thanos“, por Jason Aaron.

 

 

Devotado à ciência e tecnologia, logo dedicou a inteligência à criação de armas e, por isso, fora expulso de Titã. Crescendo em poder e raiva, foi seduzido pela Morte, personificada em forma de mulher. Desejando provar seu amor à Morte,  matou quase toda a população do planeta natal.

 

 

A Marvel Studios usará como inspiração para “Vingadores: Guerra Infinita” a história mais importante de Thanos. “Desafio Infinito” de Jim Starlin foi lançada em 1991 e narra a maior prova de dedicação do Titã Louco à sua amada, quando ele tenta reunir as Joias do Infinito com o objetivo de exterminar metade das vidas do universo para presentear a Morte.

Em que categoria de heróis estariam os personagens da Marvel? Clique aqui para ler mais sobre isso.

Leia aqui o que já sabemos do novo filme do Hellboy!

Você gosta de Star Wars? Então precisa ler isso!

Recomendo o livro “Marvel Comics: a história secreta“, do qual retirei algumas informações sobre Jim Starlin.

Até a próxima!

Gostou? Dê um like e passe adiante!

Leia também:

Apoie o Cinem(ação): contribua com a cultura cinematografica!

  • Críticas cinematográficas
  • Mais de 6 horas de conteúdo inédito por semana
  • Podcasts semanais
  • Grupo no Facebook exclusivo para apoiadores
  • Acompanhamento das nossas conquistas com seu apoio

Abra a porta do armário! Deixe seu comentário:

Material close icon