Stranger Things e a importância da trilha sonora da série

Stranger Things e a música dos anos 80

Stranger Things é uma grande homenagem a cultura pop dos anos 80, além de nos entregar uma ótima história que cativa o público com vários personagens bem escritos e fáceis de se identificar. A música da série, sempre presente, é outro show à parte.

Uma trilha sonora de respeito, cuidadosamente pensada – tanto a instrumental quanto a com músicas tocadas – dá trabalho; aquele som precisa casar exatamente com o momento como no caso de ”Should I Stay Or Should I Go” que faz uma aparição também na segunda temporada.

A música marcou tanto os espectadores da produção da Netflix que voltou ao topo das paradas nos serviços de streaming. E se depois de ouvi-la da primeira vez, em um momento sombrio com Will desolado lembrando das letras da canção para não perder a esperança, você não sentir pelo menos um arrepio, é porque alguma coisa está errada.

Ainda que o smash hit do The Clash tenha sua importância nas duas primeiras temporadas, temos algumas canções que marcaram época e ditam alguns momentos do seriado de maneira sútil.

Como na primeira temporada todos os personagens passam por poucas e boas e se sentem desolados, a trilha nos presenteia com vibes musicais mais pesadas quando toca ”When It’s Cold, i Like To Die”, do Moby ou ”Atmosphere” do Joy Division, que é uma banda conhecida por sua melancolia.

Já na segunda temporada de Stranger Things, as coisas mudam um pouco. Os personagens agora tem uma certa esperança de que tudo ficará bem e estão dispostos a enfrentar o governo e o mundo Invertido juntos, apesar da ausência de Eleven. Eis que surgem músicas mais animadas e desafiadoras na trama, como Rock You Like a Hurricane, do Scorpions e  Girls On Filme do aclamadissimo Duran Duran.

 

A sensação que nós temos é de que todos que estão presentes na trama, desde Joyce até Steven, é de que o mundo está contra eles e essas músicas só embalam melhor o que a trama quer que o espectador sinta.

Mas é claro que a segunda temporada também é sobre romance, e quando o final do seriado se aproxima e somos embalados por Cyndi Lauper cantando Time After Time e The Police com a polêmica Every Breathe You Take, a sensação é de que um ciclo se fechou e aquelas crianças estão pra crescer.

Os irmãos Duffer realmente vão contar a história em duas etapas e nada melhor do que usar duas músicas icônicas dos anos 80 para fechar o primeiro ciclo, certo?

Com qual personagen de Stranger Things você dá Match?

O Spotify pensou em um jeito bem legal de fazer com que os fãs se conectem ao Mundo Invertido. O serviço de música criou uma página onde você se conecta com seu perfil do Spotify e combina com um personagem da série. Na playlist da Eleven, por exemplo, rola uma mistura muito boa de Madonna com Lorde, passando por The Runaways. Gostou? Procure seu par musical perfeito em https://www.spotify-strangerthings.com/!

 

 

Gostou? Dê um like e passe adiante!

Leia também:

Apoie o Cinem(ação): contribua com a cultura cinematografica!

  • Críticas cinematográficas
  • Mais de 6 horas de conteúdo inédito por semana
  • Podcasts semanais
  • Grupo no Facebook exclusivo para apoiadores
  • Acompanhamento das nossas conquistas com seu apoio

Abra a porta do armário! Deixe seu comentário:

Material close icon