Crítica: "Operação Big Hero" - Cinem(ação): filmes, podcasts, críticas e tudo sobre cinema
4 Claquetes

Crítica: “Operação Big Hero”

Já se passaram alguns anos desde que a Marvel Comics foi comprada pela Disney Studios e por muito tempo o público ficou em dúvida sobre o que a Disney faria com a gama gigantesca de personagens da Marvel.

Alguns desenhos animados foram produzidos mas o material para o cinema é uma história totalmente diferente. A Marvel fez uma verdadeira salada com os direitos dos seus personagens para o cinema, mas isso era uma questão de adaptação deles em “live action”, ou seja com atores reais, mas em animação a história era diferente.

Os executivos tinham muitas e muitas opções para começarem a ganhar dinheiro com um filme sobre um personagem, ou grupo deles, e assim nasceu “Big Hero 6” ou na versão em português “Operação Big Hero”, mas quem são eles?

Big Hero 6 é um grupo de heróis do japão que tem entre seus membros personagens conhecidos do universo dos X-Men como Samurai de Prata (que apareceu no filme Wolverine – Imortal) e Solaris, a Disney pegou a temática central, jogou sua fórmula de sucesso e voilà.

Uma das mudanças mais radicais é que o filme se passa num universo alternativo ao nosso na cidade de São Francistokyo, sim, a ensolarada e litorânea cidade americana de São Francisco e a tecnológica capital do Japão, Tokyo.

Big Hero Six - 3

Tecnologia é a palavra central de “Operação Big Hero”, o personagem principal é o jovem Hiro Hamada, um gênio tecnológico de apenas 13 anos e o robô para auxílio médico Baymax. Gênio e robôs, onde já ouvi falar disso antes? Sim, o filme traz o bom humor do primeiro Homem de Ferro e isso é uma das cerejas do bolo do filme.

Filme esse que também é um filme de origem, pois também podemos conhecer os outros membros da vindoura equipe de Hiro e Baymax, o neurótico Wasabi, a independente Go Go Tomago, a doce Honey Lemon e o nerd Fred, todos os personagens são bem apresentados e tem suas personalidades bem exploradas pelo filme.

“Operação Big Hero” é um filme muito bem feito, com doses de diversão, piadas e situações divertidíssimas, tem até uma sobre pelos pubianos dignas do Starlord de “Guardiões da Galáxia“, além de revelações e plot twist realmente interessantes.

E como todo bom filme da Marvel, fique até o final dos créditos para uma cena cômica e com uma participação mais do que especial.

https://www.youtube.com/watch?v=rEhfPKJjyG0

 

Deixe seu comentário