Curtindo a Vida Adoidado – Trilha Sonora – Parte 2 de 5 – Love Missile F1-11

Curtindo a Vida Adoidado – Trilha Sonora – Parte 2 de 5 – Love Missile F1-11

Continuando a série de artigos sobre a trilha sonora oficial do filme “Curtindo a Vida Adoidado” (Ferris Bueller’s Day Off – 1986) que começamos com este artigo (clique aqui), vamos falar agora sobre a música “Love Missile F1-11”, a primeira faixa da trilha sonora em questão. No filme ela aparece no momento que Ferris convence os pais de que está doente, bem na abertura do filme e nesta sequência de quase 3 minutos e que faz parte dos 5 minutos e 46 segundos iniciais do filme. Fora a informação da irmã que odeia o Ferris, nenhuma outra informação importante foi perdida, e acontecem algumas coisas interessantes (algumas destas descrições foram tiradas do nosso Podcast #183):

  1. Ferris consuma o fato de ter enganado os pais, fala que fez a pior encenação da vida dele e ainda, mesmo que indiretamente, chama eles de bobos. Aliás, como falado no Podcast #183 do Cinem(ação), todos adultos são vistos como bobos neste filme ou que pelo menos o protagonista é inteligente demais…
  2. ferris-002-bFerris tem MTV no quarto. No Podcast #183 nosso convidado do  PodcrastinadoresGustavo Guimarães, confessou ter inveja de Ferris por isso. Isto mostra algumas coisas: a) Insere o protagonista no mundo adolescente com um grande ícone para os mesmos em 1986 b) Tanto a TV no quarto e a quantidade de aparelhos eletrônicos consolida que o protagonista tem uma condição financeira interessante, condição esta já mostrada na casa onde ele mora, nas roupas dos pais e da irmã. c) Gustavo Guimarães é um invejoso (HEHEHE).
  3. O protagonista quebra a terceira parede com 3 minutos e 13 segundos de filme com a frase: “Eles caíram”. Não é uma coisa comum em filmes, vocês sabem.
  4. Ao confessar que estava completando 9 faltas por doença no semestre, ele confessa que está complicado conseguir argumentos para continuar faltando. Com isso, ele começa a fazer 2 coisas: a) Contar para o espectador como ele faz para convencer os pais que ele está doente e faltar da aula sem que ele pare no médico b) Enquanto ele explica, dá um laço em troféu que tem em casa e começa a mexer nos aparelhos eletrônicos. Para quê ele faz isso? Se você assistiu o filme e tem boa memória você vai lembrar para quê, se não tem, te digo que está relacionado com o item “a” desta descrição. Se esta dica não ajudou, assista o filme! Vai ser bom!
  5. Ainda enquanto toca a música “Love Missile F1-11” Ferris vai para o banho. E é claro que ele faz o que qualquer faz o que qualquer pessoa normal faz no banho: filosofa sobre a vida e canta. Ele filosofa sobre o motivo de ir à escola e estudar sobre a vida do outro lado do mundo. No momento de cantar, ele solta os seguintes versos: “I recall Central Park in fall. How you tore your dress, what a mess, I confess” que, em tradução livre, significa “Recordo Central Park no outono. Como você rasgou seu vestido, que bagunça, eu confesso”… Safadinho ele, não?
  6. Mas, para fechar a cena de forma simplista (devemos lembrar que é um filme para adolescentes…) juntando filosofia e música: “As pessoas não deveriam acreditar nos “ismos” (facismos, socialismos, anarquismos, captalismo), mas em sí mesmas. Eu concordo com John Lennom “não Acredito nos Beatles, só acredito em mim””. Uma conclusão desta, para muitos adolescentes, é muito importante.
  7. Vendo assim, detalhe por detalhe, é possivel chegar a uma conclusão: John Hughes era bom.

Sobre a banda “Sigue Sigue Sputnik” (responsável pela música “Love Missile F1-11”) que passou por alguns hiatos e está na ativa até hoje: começou na época do pós punk, no início da década de 80, em uma época que não havia um estilo musical devastador dominante (no caso no punk), mas sim um tempo mais rico e cheio de opções, como o New Wave, uma vertente musical que mistura rock, música eletrônica, sintetizadores, blues, baterias eletrônicas. Atualmente, a própria banda “Singue Singue Sputnik” atua muito em festivais de música eletrônica. Com uma roupagem bastante “glam”, é relatado como influência filmes futuristas na composição visual da banda como “Exterminador do Futuro”, “Blade Runner” e “Mad Max”, todos com algum viés de violência, ou ainda um filme com muita violência na composição como “Laranja Mecânica”. Temos que admitir que a influência visual é interessante.

A música “Love Missile F1-11” tem uma letra muito simples (veja após os vídeos) e foi bem colocada devido à fama do new wave na época, especialmente entre adolescentes, mas foi o filme que deu um impulso maior para a música e para a banda. Então aproveite e ouça a música no trecho do filme e no clipe da banda logo abaixo:

Love Missile F1-11
Sigue Sigue Sputnik

It’s a test
It’s a test
It’s a test

The US bombs cruising overhead
But there goes my love rocket red

Shoot it up
Oh, shoot it up

Blaster bomb bomb bomb ahead
Multi millions still unfed
Amondo teeno giving head

Shoot it up
Shoot it up

Hold me, shake me, I’m all shook up
Psycho maniac interblend
Shoot it up
Now shoot it up

Shoot it up
Shoot it up
Shoot it up

It’s a test
Designed to provoke and emotional response
It’s a test
Designed to provoke and emotional response

Teenage crime now fashion’s dead
Shoot it up
There goes my love rocket red

Shoot it up
Shoot it up
Shoot it up
Shoot it up
Shoot it up
Shoot it up
Shoot it up
Amondo teeno giving head
Shoot it up
Now shoot it up
There goes my love rocket red
Shoot it up
Now shoot it up
Oh, shoot it up

Oh, shoot it up
Shoot it up
Shoot it up
Shoot it up

Let’s shoot it up
Shoot it up

Gostou? Dê um like e passe adiante!

Leia também:

Apoie o Cinem(ação): contribua com a cultura cinematografica!

  • Críticas cinematográficas
  • Mais de 6 horas de conteúdo inédito por semana
  • Podcasts semanais
  • Grupo no Facebook exclusivo para apoiadores
  • Acompanhamento das nossas conquistas com seu apoio

Abra a porta do armário! Deixe seu comentário: