35 Anos Depois - Top 10 Bilheteria 1985 - Cinem(ação)
1985

35 Anos Depois – Top 10 Bilheteria 1985

35 anos depois, como estão os filmes de maior sucesso no ano de 1985?

1985

Nesse mês de junho, esse que vos escreve completa 35 anos. E comecei a pensar: “Cara estou na metade da minha vida!” Afinal a média de vida do homem brasileiro é 72,8 anos. Tá bom eu sei dá quase 73 anos e dessa forma eu estaria na metade da vida em dezembro do ano que vem, com 36 anos e 6 meses. Mas eu gosto de trabalhar com números redondos então arredondei pra 70. E na verdade não é apenas eu que estou chegando a “metade da vida”, o Henrique, o Rafael e o Fernando também são de 1985 e chegaram a esse estágio da vida. Mas vamos parar de enrolação e ir direto ao ponto né?

É o seguinte, como disse parei e pensei: “Cheguei a metade da vida”. Aí pensei: “E os filmes que completam 35 anos e também chegaram na ‘metade da vida’ como eles estão?” Por isso resolvi fazer esse texto.

Minha ideia: primeiro dar um contexto geral da época, depois disso elencar as 10 maiores bilheterias da época e vermos como estão esses filmes hoje no cenário cinematográfico, foram esquecidos, se tornaram clássicos, viraram cult. Se der certo e vocês gostarem farei disso uma coluna mensal, pegando filmes de 40, 30, 25, 20, 15, 10 e 5 anos atrás.

Então vamos parar de enrolação e vamos lá!

1985: Um ano Mágico

1985

O ano de 1985 foi importantíssimo para o Brasil, além de ser o ano do meu nascimento, foi nesse ano mais precisamente no dia 15 de janeiro, que Tancredo Neves venceu Paulo Maluf, acabando assim com um período de 21 anos de regime militar. Embora nunca tenha tomado posse por morrer 3 meses depois, Tancredo foi o primeiro presidente civil a ser eleito após os 21 anos da Ditadura. José Sarney, seu vice tomou posse em seu lugar e se tornou o primeiro presidente civil em 21 anos. Foi naquele ano, que Ronald Regan, que anteriormente havia tido uma carreira consistente no cinema, foi empossado para seu segundo mandato como presidente americano.

No âmbito do esporte, Ayrton Senna do Brasil conseguiu sua primeira vitória na Fórmula 1, no dia 21 de abril, mesmo dia da morte de Tancredo, um herói se ia outro nascia. A seleção brasileira também fazia bonito na eliminatória para a Copa de 86 no México, o time de Telê Santana, comandado por Zico, Casagrande, Sócrates e Júnior, se classificaram em primeiro lugar no grupo com 2 vitórias, 2 empates e nenhuma derrota. No Brasileirão o campeão foi o Coritiba e o vice-campeão, pasmem, foi o Bangu, time que hoje está na série D do Campeonato Brasileiro.

Em 1985, também foram encontrados os destroços do Titanic. Descoberta essa que possibilitou as cenas iniciais do clássico filme de James Cameron. Também em 1985, foi lançado um dos videogames mais amados de todos os tempos, o Super Mario Bros, que se tornou símbolo da Nintendo e da década de 90.

No cenário musical, o mundo conhecia Cindy Lauper e Sade ,enquanto Whitney Houston se tornava uma estrela mundial. O mundo se emocionava com We Are The World, composição de Michael Jackson e Lionel Richie, que reuniu os maiores astros da música da década de 80 para um bem maior, a fome na África. Enquanto no Brasil rolava a primeira edição do Rock in Rio, com os shows marcantes de bandas como Queen, Iron Maiden, Paralamas do Sucesso, AC/DC, Barão Vermelho, entre outras 24 bandas. O Brasil também conhecia a Legião Urbana e os Engenheiros do Hawaii, ícones do rock nacional. Tetê Espíndola invadiu as rádios brasileiras com a música Escrito nas Estrelas. Enquanto isso na TV, Roque Santeiro, de Dias Gomes, era recorde de ibope e a música Dona do Roupa Nova era outro sucesso das rádios. E Cazuza estourava no Brasil com seu álbum solo Exagerado.

Indo para os filmes, que é o que realmente nos interessa. O Oscar daquele ano foi o ano de consagrar de uma vez por todas Milos Forman. Amadeus, dirigido pelo diretor Checo, se tornou o grande vencedor da noite levando 8 Oscars entre elas Filme, Diretor (o segundo na categoria para Forman), Ator (F. Murray Abraham) e Roteiro Adaptado. Sally Field ganhou seu segundo Oscar de Melhor Atriz pelo filme Um Lugar no Coração, que também levou o Oscar de Melhor Roteiro Original. O cambojano Haing S. Ngor ganhou o Oscar de Melhor Ator coadjuvante por Gritos do Silêncio, e se tornou o primeiro e único ator do Camboja e também amador a ganhar um prêmio da Academia. Já veterana Peggy Ashcroft ganhou o Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante pelo filme Passagem Para Índia.

No Festival de Berlim daquele ano, o filme alemão A Mulher e o Estranho foi o vencedor do Urso de Ouro. Já o Urso de Prata de melhor ator foi para o peruano Fernando Fernán Gómez pelo filme Stico, o de melhor atriz foi para a australiana Joey Kennedy pelo filme Wrong World e de melhor diretor para Robert Benton pelo filme Um Lugar no Coração. Vale ressaltar que embora não houvesse nenhum brasileiro concorrendo ao Urso de Ouro, o filme Cabra Marcado Para Morrer, de Eduardo ganhou dois prêmios nas mostras paralelas naquele ano.

Já em Cannes o iugoslavo Quando Papai Saiu em Viagem de Negócios foi o grande ganhador da Palma de Ouro, em cima do brasileiro O Beijo da Mulher Aranha, que levou o prêmio de Melhor Ator para William Hurt. Já o prêmio de melhor atriz foi dividido entre Cher por Marcas da Paixão e Norma Aleandro por A História Oficial, e o melhor diretor foi para André Téchiné pelo filme Rendez-vous. Já no Festival de Veneza daquele ano o grande vencedor foi o filme Os Renegados, da saudosa Agnès Varda. O filme não só ganhou o prêmio principal do festival como outros 2 prêmios especiais. O prêmio de melhor diretor foi para o japonês Kon Ichikawa pelo filme Biruma no tategoto. O Melhor Ator foi o astro francês Gérard Depardieu pelo filme francês Polícia. Já o prêmio de melhor atriz não foi entregue, porque o júri considerou que Jane Birkin por Dust e Sandrine Bonnaire por Os Renegados, já haviam sido premiadas por suas atuações com as premiações de Melhor Primeiro Filme e com o Leão de Ouro respectivamente.

E é isso que estava acontecendo em 1985. Agora então está na hora de saber quais eram os maiores sucessos do cinema em 1985! Bora lá?

Top 10 de Bilheteria de 1985

10. Loucademia de Polícia 2 – A Primeira Missão

Em 1984, Loucademia de Polícia com seu humor politicamente incorreto, com cara de anos 80, se tornou um sucesso de público arrecadando mais de US$ 80 milhões no mundo todo. E como acontece com todo filme que faz dinheiro, o filme ganhou uma sequência no ano seguinte. Loucademia de Políca 2 – A Primeira Missão, dirigido por Jerry Perris, foi lançado em 1985 e repetiu o sucesso, de forma mais discreta, mas foi um grande sucesso.

Dessa vez Mahoney e companhia, que acabaram de se graduar na Academia de Polícia, saem em sua primeira missão. O grupo de desajustados vai ter que enfrentar uma gangue de vândalos que estão transformando a cidade em um verdadeiro caos, e só assim conseguirão baixar as taxas de criminalidade da cidade.

Assim como seu antecessor, filme foi um grande sucesso de público arrecadando 7 vezes o seu orçamento. Mas foi um grande desastre entre os críticos, só para se ter uma ideia o filme tem apenas 33% de aprovação no Rotten, seu antecessor tem 50% de aprovação. Mas embora tenha ido bem nas bilheterias, o filme não agradou tanto o público, e embora tenha tido outras 5 sequências, a qualidade da franquia foi por água a baixo. Aqui nada funciona, a trama, as piadas, tudo é exageradamente absurdo e de mal gosto. Lembro que quando fui assistir ao filme fui com uma empolgação, porque o primeiro é divertidíssimo, mas esse é uma grande decepção. Tanto que sempre que se fala da Franquia Loucademia de Polícia esse é o mais esquecido.

  • Custou: US$ 7,6 milhões
  • Arrecadou: US$ 55.600.00,00
  • Status atual: Esquecido
9. Assassinato por Encomenda

Na década de 80 um dos maiores nomes do humor era Chevy Chase. O ator começou sua carreira no Saturday Night Live na década de 70, e a partir da década de 80, com o filme Clube dos Pilantras, ele conseguiu grande sucesso. Depois, com a franquia Férias Frustradas, ele se tornou um grande sucesso, prova disso é que Assassinato Por Encomenda foi um grande sucesso em 1985.

Dirigido por Michael Ritchie, o filme é baseado no livro homônimo de Gregory McDonald, e nos apresenta Irwin “Fletch” Fletcher, um dedicado jornalista que assina as matérias de sua coluna como “Jane Doe”. Ele já causou problemas a diversas pessoas, devido as bombásticas revelações divulgadas. Certo dia, ele se disfarça de mendigo a fim de recolher informações para uma matéria sobre tráfico de drogas. Assim, ele é abordado por um milionário que lhe oferece US$ 50 mil para matar um homem.

O filme foi um grande sucesso de público, embora tenha praticamente apenas se pagado nas bilheterias. Na crítica o sucesso foi igual, tanto que sua aprovação no Rotten é de 77%. Embalado por seu sucesso, o filme ganhou uma continuação em 1989, que ao contrário do original se tornou um desastre de público e crítica. Talvez por isso o filme tenha caído no esquecimento de muitos, como desse que vos escreve que não conhecia o filme. Mas ao fazer pesquisas para esse texto, descobri que o filme serviu de inspiração para terceira temporada de Stranger Things, isso mostra que o filme não é tão esquecido assim.

  • Custou: US$ 50 milhões
  • Arrecadou: US$ 59.612.888,00
  • Status atual: Pouco lembrado
8. Os Goonies

Primeiro clássico na lista. Os Goonies é um dos filmes teens mais amados da década de 80. Clássico da sessão da tarde o filme é dirigido por Richard Donner e com produção de Steven Spielberg e da Amblin Entertainment. O filme, inclusive, é um dos poucos filmes teen da década de 80 que não teve o dedo de ouro de John Hughes. Se você por algum motivo esteve em uma caverna e não conhece a história de Os Goonies, eis a sinopse:

Com os prédios de seu bairro estando prestes a ser demolidos, o que forçará a mudança de todos os residentes do local, um grupo de garotos resolve organizar uma cerimônia de despedida do local. Quando descobrem um legítimo mapa do tesouro, capaz de torná-los ricos e evitar a destruição de suas casas, Os Goonies resolvem partir em uma grande aventura.

Os Goonies foi um grande sucesso de público e também de crítica, recebendo uma aprovação de 75% no Rotten, tanto é que está nessa lista. O filme influenciou e muito os filmes e séries nos anos seguintes como Conta Comigo, Stranger Things e It – A Coisa Part I. Ao som de Cindy Lauper, que alçou ao estrelato com a inesquecível música tema The Goonies ‘r’ Good Enough, o filme é sem dúvida um clássico, que mesmo 35 anos depois, ainda funciona e impressona, principalmente pela maquiagem de John Matuszak como Sloth.

  • Custou: US$ 19 milhões
  • Arrecadou: US$ 61.389.680,00
  • Status atual: Clássico
7. A Testemunha

Outro sucesso de 1985 foi o clássico, um tanto quanto esquecido, de Peter Weir, A Testemunha. Indicado a 8 Oscars e ganhador de dois, Melhor Roteiro Original e Melhor Edição, o filme trás uma das melhores, senão a melhor, atuação de todos os tempos de Harrison Ford, fazendo pela primeira vez um filme e um personagem completamente diferente de tudo que ele havia feito até aquele momento.

No filme, conhecemos a a viúva Rachel e seu filho amish Samuel, de oito anos, pretendem viajar para Baltimore, mas na estação de trens da Filadélfia, o menino presencia o assassinato de um policial e reconhece outro policial como o assassino do Gama Wokker . Para protegê-los, John Book, o policial encarregado do caso, resolve levá-los de volta para a comunidade a que eles pertencem e que recusa os benefícios da vida moderna. Ao ser ferido pelos assassinos, o detetive precisa permanecer na comunidade até que se recupere e encontra dificuldades para se adaptar ao novo estilo de vida.

O filme foi um grande sucesso de público e crítica, sua aprovação no Rotten Tomatoes é de 93%. E isso se refletiu nas premiações de 1986. O filme foi indicado a 8 Oscars, inclusive Melhor Filme, Ator e Diretor, tendo ganho 2. No BAFTA foram 7 indicações, incluindo Filme, Ator, Atriz e Roteiro, tendo levado o prêmio de Melhor Trilha Sonora. Já no Globo de Ouro foram 6 indicações em todas as principais categorias, mas não levou nenhum. Ou seja o filme é com certeza um clássico da década de 80, mas infelizmente hoje não recebe o crédito merecido. Tanto que em qualquer lista de melhores da década de 80 é difícil encontrá-lo, e até na filmografia de Harison Ford o filme é esquecido, e olha que foi a sua única indicação ao Oscar em toda sua carreira.

  • Custou: US$ 12 milhões
  • Arrecadou: US$ 68.706.993,00
  • Status atual: Clássico Esquecido
6. Cocoon
Cocoon

O simpático filme dos velhinhos que recuperam o vigor após nadar numa piscina também está nessa lista. Cocoon, foi o primeiro filme dirigido por Ron Howard após o sucesso de Splash- Uma Sereia em Minha Vida. Mas por incrível que pareça, ninguém se lembra disso, tanto que o filme é sempre relacionado a Spielberg, que nem sequer tem ligação com o filme. O filme é lembrado mesmo pelos velhinhos simpáticos.

No filme, um grupo de extraterrestres chega à Terra com a missão de resgatar alguns casulos com seres de outro planeta e que estão depositados numa piscina abandonada. Sem desconfiar de nada, três velhinhos de um asilo próximo utilizam a piscina. Como a água da piscina está energizada para conservar os casulos até que os Et’s consigam removê-los todos, os velhinhos passam a sentir-se rejuvenescidos e com grande disposição. Quando descobrem a razão do que está acontecendo, decidem ajudar os extraterrestres a cumprirem sua missão.

Cheio de veteranos do cinema, o elenco é encabeçado por Don Ameche, que ganhou o Oscar de Ator Coadjuvante por esse trabalho, Wilford Brimley e Hume Cronyn, como o trio simpático de velhinhos, além dos também veteranos Jack Gilford, Jessica Tandy e Maureen Stapleton. O filme logo de cara conquistou o público e a crítica. Sucesso nas Sessões da Tarde, o filme tem uma aprovação de 79% no Rotten, e ganhou uma continuação em 1988 bem abaixo da qualidade do original. Divertido, tocante e por vezes assustador (sim assustador, para uma criança de 4 anos que assiste pela primeira vez e vê aqueles e.t.’s luminosos voando e vê um deles morrendo dentro do casulo), é um filme inesquecível e alcançou status de Clássico dos anos 80.

  • Custou: US$ 17,5 milhões
  • Arrecadou: US$ 85.313.124,00
  • Status atual: Clássico
5. 007 Na Mira dos Assassinos

Última aventura do 007 encarnado por Roger Moore 007 Na Mira dos Assassinos, foi dirigido por John Glen. No filme o agente James Bond deve investigar o que há por trás do haras de Max Zorin, industrial que pretende controlar o mercado de microchips. Descobre um plano de destruir as indústrias de processadores localizadas no Vale do Silício e matar milhões de pessoas.

Na época o filme recebeu criticas bem duras. Embora Grace Jones e Christopher Walke tenham sido elogiados na época, assim como a trilha sonora e as cenas de ação, o filme recebeu duras críticas pela atuação de Tanya Roberts e pela idade de Roger que na época tinha 57 anos, inclusive dá pra perceber que o ator não estava muito confortável em voltar ao papel. Tanto que o filme tem aprovação de 36% no Rotten.

Mas e 35 anos depois como está o filme? A verdade é que o filme envelheceu mal. Muito mal por sinal. As piadas não funcionam mais, Roger Moore está bem preguiçoso, o roteiro embora a frente de seu tempo não funciona mais em nossos dias. Os efeitos também envelheceram muito mal. E a música do A-Ha ficou totalmente datada. A verdade que embora seja o 5º lugar das bilheterias de 1985, 007 Na Mira dos Assassinos é um filme que é esquecido e esquecível. Nem entre os amantes do agente inglês o filme se destaca, ele nunca é citado nem entre os melhores e nem entre os piores.

  • Custou: US$ 30 milhões
  • Arrecadou: US$ 152.627.997,00
  • Status atual: Esquecido
4. Rocky IV

Uma coisa ninguém pode negar a década de 80 foi de Stallone. Ele foi o dono da década, com dezena de filmes que foram sucesso de bilheteria durante os anos 80. Tanto é que, os próximos filmes da nossa lista de maiores bilheterias da 1985 tem o Sly como protagonista. O primeiro da lista é a 4ª aventura de Rocky, um dos personagens mais amados do ator.

Dirigido por Sly, Rocky IV, trás de volta o lutador mais amado do cinema em uma nova luta, dessa vez na União Soviética. Após Apollo Creed morrer em uma luta contra o soviético Ivan Drago, em que o soviético espancou sem piedade o americano, Rocky decide ir até a União Soviética para enfrentá-lo e vingar o amigo. Para isso parte para Sibéria onde se prepara treinando ao lado de Paulie e Duke.

O filme diferente de seus antecessores foi um grande fracasso com a crítica. Sua aprovação no Rotten Tomatoes é de apenas 40%, bem abaixo do primeiro filme da franquia que tem 94% de aprovação. Inclusive o filme ganhou os Framboesas de Ouro de Pior Ator e Pior Diretor para nosso querido Sly, Pior Atriz Coadjuvante e Pior Revelação para Brigitte Nielsen e Pior Trilha Sonora. Mas catástrofe com a crítica, sucesso com o público. O filme arrecadou mais de US$ 300 milhões mundo a fora. Sendo que em apenas 1 mês o filme arrecadou mais de US$ 89 milhões só nos Estados Unidos, o que o faz entrar em 4º lugar no Top 10 de 1985.

E 35 anos depois como o filme está? Bem Rocky é um dos mais amados personagens de Sly, mas não tem como negar que em Rocky IV foi uma grande decepção. Lembro que quando era criança assisti e achei péssimo, e pra uma criança não gostar de um filme ele precisa ser muito ruim. Me digam o que é aquele robô? Sem falar em Dolph Lundgren, em seu segundo filme numa atuação totalmente robótica, não que ele tenha melhorado muito, mas aqui é demais. A verdade é que o filme não funciona hoje em dia. Ele se tornou datado, é pouco lembrado hoje em dia, e nem lembrança afetiva ele causa, pelo menos em mim. As únicas coisas boas que esse filme nos proporcionou foram Creed e Creed II.

  • Custou: US$ 30 milhões
  • Arrecadou: US$ 89.102.648,00 nos Estados Unidos de 27/11 até 31/12 1985. US$ 300.473.716,00 mundialmente até sair de Cartaz
  • Status atual: Datado e Pouco Lembrado
3. Rambo II – A Missão

E o Sly está de volta em um filme com uma situação similar ao seu predecessor. Odiado pela crítica, mas amado pelo público. Só pra ter uma ideia Rambo II – A Missão, tem apenas 36% de aprovação da crítica no Rotten, enquanto do publico em geral no mesmo site ele tem 60%. A verdade é que a década de 80 foi toda de Stallone, e isso teve uma grande influência nas bilheterias de seus filmes. E embora Rambo II tenha sido massacrado pela crítica, foi esse filme que definiu o personagem Rambo e consolidou mais do que nunca Stallone como um astro dos chamados Macho Movies.

Em Rambo II, após os acontecimentos do filme anterior, John Rambo está cumprindo pena em uma penitenciária federal quando recebe uma proposta: participar de uma missão suicida, que consiste em localizar prisioneiros americanos), no sudeste asiático. Após a missão, ele será perdoado e reintegrado ao exército. Ele concorda mas não imaginava que seria traído pelos compatriotas, que não querem de fato nenhuma prova de prisioneiros, pois isto acarretaria gastos de 2 bilhões de dólares para libertá-los. Com isso, Rambo acaba sendo abandonado pelos americanos em território inimigo.

Como disse antes, esse foi o filme que definiu o personagem Rambo que conhecemos hoje, e de quebra consolidou Silvester Stallone como astro de ação da década de 80. O filme foi odiado pela crítica, e embora tenha sido indicado ao Oscar de Melhor Efeitos Sonoros, foi indicado a 7 Framboesas de Ouro, tendo ganho o de Pior Filme, Pior Roteiro, Pior Canção Original e Pior Ator. Mas, a opinião da crítica não quer dizer nada. O filme tem seus defeitos, sim tem, mas não tem como não dizer que ele não é um clássico dos filmes de ação. É daqui as melhores e mais marcantes cenas do personagem no cinema. Também é daqui que vem a faixa vermelha amarrada na cabeça. Foi em Rambo II, que o personagem virou um herói. E por mais que Rambo – Programado Para Matar, seja um clássico, quando falamos em Rambo, o que nos vem a mente não o soldado perturbado, cheio de conflitos internos e traumas do Vietnã. Mas o herói, é o exército de um homem só que sempre salva todos no final. Ou seja, os críticos que me perdoem, mas Rambo II – A Missão é um clássico da década de 80.

  • Custou: US$ 44 milhões
  • Arrecadou: US$ 300.400.432,00 (apenas um detalhe Rocky IV arrecadou US$ 73 mil a mais que Rambo II, mas grande parte dessa bilheteria veio em 1986, como estamos considerando a bilheteria de 1985 o filme fica em 4º lugar e Rambo II em 3º.)
  • Status atual: Clássico
2. Um Tira da Pesada

Sim, sim eu sei Um Tira da Pesada é de 1984. A comédia, que alçou Eddie Murphy ao estrelato, estreou no dia 5 de dezembro de 1984. E ainda em 84, o filme arrecadou mais de US$ 77 milhões em solo americano, o que o deixou a produção em 7º lugar no Top 10 da bilheteria de 1984. Em 1985, o filme fez ainda mais bonito, só em solo americano o filme arrecadou US$ mais de US$ 157 milhões.

Dirigido por Martin Prest, o filme começa com a morte Mikey Tandino. Axel Foley, um policial e seu melhor amigo, viaja para Los Angeles, pois tinha sido o último lugar onde Mikey trabalhara. O emprego de Mikey tinha sido conseguido por Jenny Summers, amiga de ambos, que administra uma famosa galeria de arte em Beverly Hills. Porém Foley tem de fazer tudo informalmente, pois está fora do caso, e pretende seguir a pista do possível mandante do crime, Victor Maitland, o chefe de Jenny e dono da galeria. Apesar de Maitland ser considerado um dos maiores marchands do país, Axel acredita que ele usa o mercado de arte como fachada e consegue que dois relutantes policiais locais, Billy Rosewood e Taggart, se unam a ele nas investigações.

O filme foi um grande sucesso na época, tanto que está no Top 10 de 1984 e 1985, e ganhou duas sequências. Mas o filme é lembrado com carinho até os nossos dias, inclusive existem notícias de que a Netflix irá produzir mais uma sequência do filme. Ou seja, Um Tira da Pesada entrou na cultura pop de forma extraordinária. A Axel Foley Theme já foi tocada nos mais diversos arranjos imagináveis, a musica tema The Heat Is On se tornou um dos maiores sucessos dos anos 80. E de quebra o filme é um grande sucesso de crítica com 82% de aprovação no Rotten e uma indicação ao Oscar de Melhor Roteiro. Se o filme funciona hoje? Bem faz muito tempo que eu o assisti pela última vez, mas o filme sempre me divertiu e funcionou, então ele recebe facilmente o selo de qualidade Davi Vilela de Clássico.

  • Custou: US$ 14 milhões
  • Arrecadou: US$ 157.304.980,00 de 01/01/1985 em diante nos Estados Unidos. Arrecadação total em todo o Mundo US$ 316.360.478,00
  • Status atual: Clássico
1. De Volta Para o Futuro
Maior bilheteria de 1985

Finalmente chegamos ao topo! E quem está ostentando a medalha de ouro, é um dos maiores clássicos da década 80, e o filme de definiu o modelo para filmes de viagens no tempo, De Volta Para o Futuro, dirigido por Robert Zemeckis. Se você estava em uma caverna e não conhece o filme, a sinopse é a seguinte:

O jovem Marty McFly aciona acidentalmente uma máquina do tempo construída pelo cientista Doctor Brown em um Delorean, retornando aos anos 50. Lá conhece sua mãe, a jovem Lorraine Baines, antes ainda do casamento com seu pai George McFly, que fica apaixonada por seu filho. Tal paixão põe em risco sua própria existência, pois alteraria todo o futuro, forçando-o a servir de cupido entre seus pais.

O que falar desse filme que é amado por 11 em cada 10 cinéfilos? O filme, dirigido por Robert Zemeckis e com o dedo de ouro de Spielberg na produção, é um dos filme mais influentes da cultura pop e estabeleceu as regras atuais para os filmes de viagem no tempo. De Volta Para o Futuro é uma obra prima do cinema que lançou Michael J. Fox e Lea Thompson, os transformando em astros da década de 80. Além do fato de que o filme deu um up na carreira de Christopher Lloyd nos cinemas, depois de se consagrar na TV na série Taxi. De Volta Para o Futuro foi um fenômeno em 1985, o filme estreou em 3 de julho nos cinemas americanos, e aproveitando o feriado de 4 de julho, fez US$ 11 milhões no primeiro final de semana de exibição nos EUA. Só nos Estados Unidos até o final de 1985 o filme arrecadou mais de US$ 190 milhões, e ficou em cartaz até março do ano seguinte em cartaz no país. Mundialmente o filme arrecadou mais de US$ 380 milhões de dólares.

Um verdadeiro fenômeno, sucesso de público e crítica, o filme tem aprovação de 96% no Rotten Tomatoes. Indicado a 4 Oscars, incluindo melhor Roteiro Original, De Volta Para o Futuro ganhou o prêmio de Melhor Edição de Som. Inicialmente feito para ser um único filme, a produção acabou ganhando duas continuações, que repetiram o sucesso de público e crítica. Isso consolidou de vez o filme na cultura pop, assim a franquia se tornou uma das mais amadas trilogias do cinema.

  • Custou: US$ 19 milhões
  • Arrecadou: US$ 190.581.407,00 nos Estados Unidos até o fim de 1985. Arrecadação total em todo o Mundo US$ 381.109.762,00.
  • Status atual: Clássico

E aí gostaram dessa viagem ao ano de 1985? Que tal fazer isso com os outros anos? Deixem suas opiniões abaixo. e quem sabe logo, logo não teremos um novo texto como esse!

Fonte: Box Office Mojo

Gostou? Dê um like e passe adiante!

Leia também:

Apoie o Cinem(ação): contribua com a cultura cinematografica!

  • Críticas cinematográficas
  • Mais de 6 horas de conteúdo inédito por semana
  • Podcasts semanais
  • Grupo no Facebook exclusivo para apoiadores
  • Acompanhamento das nossas conquistas com seu apoio

Abra a porta do armário! Deixe seu comentário:

Material close icon