Cinem(ação): filmes, podcasts, críticas e tudo sobre cinema

#ConexãoSundance 2020: Amulet

Carla Juri and Alec Secareanu appear in Amulet by Romola Garai, an official selection of the Midnight program at the 2020 Sundance Film Festival. Courtesy of Sundance Institute | photo by Nick Wall.rrAll photos are copyrighted and may be used by press only for the purpose of news or editorial coverage of Sundance Institute programs. Photos must be accompanied by a credit to the photographer and/or 'Courtesy of Sundance Institute.' Unauthorized use, alteration, reproduction or sale of logos and/or photos is strictly prohibited.

#ConexãoSundance: Crítica e análise do filme de terror Amulet.

A cobertura do Festival de Sundance 2020 será postada filme a filme, com resumos e críticas dos longas acompanhados pelo crítico Maurício Costa.

VEJA A COBERTURA COMPLETA DO FESTIVAL DE SUNDANCE AQUI!

Amulet

O filme, exibido na sessão da meia-noite é dirigido pela diretora Romola Guarai é o mais fraco até agora. Não chega a ser horroroso, mas o que fez algumas pessoas saírem do filme é que a primeira hora é lenta e um pouco confusa. Amulet dá voltas e voltas e não sabemos aonde ele quer chegar.

Ele tenta forçar a tensão com a trilha sonora, muitas vezes invasiva, misturando aquele tom tenso com um pouco de música sacra, e isso incomoda um pouco. Ao mesmo tempo, ele tem a linha do tempo do passado e do presente, que é um sem-teto no presente e antes disso estava em uma guerra. Ele sofre um stress pós-traumático, e uma freira se oferece para ajudá-lo, levando-o a uma casa com uma mulher doente.

Aos poucos, a dona da casa, Magda, acaba aceitando o protagonista, mas as coisas não são o que aparentam ser. Amulet tem um problema de ritmo, com pausas muito grandes entre os flashbacks, e são eles que dão a justificativa para a resolução do filme, mas demora muito a engrenar. Nos últimos 15 minutos ele ganha um tom de gore pesado. Mas o filme fica visceral no fim, e dá uma virada para justificar o que acontece ali, e que está relacionado com questões polêmicas da nossa contemporaneidade, o que o torna uma alegoria.

O que o filme tem de bom são os efeitos visuais e a maquiagem. As atuações também, mas o roteiro e os diálogos não ajudam muito. E o ritmo não ajuda.

Nota: 2,5 / 5

Sinopse e Ficha Técnica:

Após um acidente que o deixa sem teto em Londres, o ex-soldado Tomaz é levado para a casa de Magda, uma mulher solitária que precisa desesperadamente de ajuda enquanto cuida da mãe que está morrendo. Embora inicialmente resistente, Magda finalmente o recebe em suas vidas. Mas quando ele entra na rotina delas, Tomaz começa a notar fenômenos bizarros.

Competição: Meia-noite
País: Reino Unido
Duração: 99 min
Idioma: Inglês
Produção: AMP International
Direção e roteiro: Romola Garai

Participam da cobertura do Festival de Sundance 2020 os seguintes sites e canais: Razão:de:Aspecto, Cinem(ação), Getro.com.br e Wanna be Nerd.

Sair da versão mobile