O QUE ESPERAR DE: 3 FROM HELL - Cinem(ação): filmes, podcasts, críticas e tudo sobre cinema

O QUE ESPERAR DE: 3 FROM HELL

Se você entrou aqui é porque conhece minimamente o homem por trás deste longa ou a perversa história dos dois longas anteriores, no qual 3 FROM HELL vem para encerrar uma potente e obscura trilogia que começou a 16 anos atrás.

Mesmo sem uma sinopse revelada, no final do mês passado foi liberado o esquisito trailer que dá a entender alguns pontos, o principal deles é que o repugnante trio da família Firefly conseguiu sobreviver o final do filme anterior. E pior, eles desencadearam um enérgico clamor público pela liberdade dos caras.

Mas o que esperar deste filme? Difícil cravar, temos um diretor muito autoral e completamente xarope. Um fã declarado de Stephen King, George Romero e do – hoje seu amigo – Quentin Tarantino, teve a oportunidade de dirigir o remake de um dos seus ídolos, o incrível John Carpenter. Rob Zombie sorve de muitas fontes e destila em algo que definitivamente não é para qualquer um.

Este terceiro longa está nos planos de Rob Zombie a anos. Neste meio tempo lançou várias obras, as duas mais famosas, foi com a sua visão de um dos slashers mais amados de todos os tempos em HALLOWEEN: O INÍCIO e HALLOWEEN II. Podem ser os filmes com maior propulsão para o mercado mainstream, porém, foi o que mais prejudicou a sua imagem. Mexer com clássicos consagrados e ainda alterar a perspectiva de sua narrativa, acabou ofendendo muitos fãs.

Após sentir o gosto amargo de um filme de estúdio, quis voltar para a sua caverna e talhar algo realmente seu, algo que viesse do amago, explorando as suas raízes. Foi assim que nasceu AS SENHORAS DE SALÉM. Tinha os seus pontos altos, uma certa alma, mas muitos traços diziam ser uma releitura de outro clássico, O BEBÊ DE ROSEMARY. Aqui Zombie havia desagradado até os seus seguidores mais hardcore.

Quatro anos depois, seguindo só com a música, Zombie consegue através de um financiamento coletivo, arrecadar fundos para produzir 31. O mais próximo do seu primeiro sucesso, algo realmente com energia e cheiro do seu diretor. Aqui Zombie entrega mais uma obra completamente perturbadora. Sem tanto roteiro, mas com o verdadeiro coração de quem ama horror, diálogos e situações. Observação: Doom-Head foi o verdadeiro Coringa daquele ano, sorry Leto.

Rob Zombie rodou este filme a algum tempo, escondeu bem da mídia e como um verdadeiro sádico que é, esquartejou as informações e foi as liberando pouco a pouco. O filme está em pós-produção a um tempo considerável, pois ficou parada esperando o próprio Zombie terminar a sua gigantesca turnê ao lado do também amigo, Marilyn Manson. O seu capricho em cada filme obriga, faz com que ele escreva, dirija, produza e claro, edite.

Neste curioso encerramento contamos novamente com a maravilhosa e sua senhora: Sheri Moon Zombie, e os escrotos: Bill Mosley e Sid Haig. Que aqui estão nos papeis de suas vidas – literalmente – fora que ainda encontramos no elenco Austin Stoker, Clint Howard, Richard Blake, Dee Wallace e o carismático Danny Trejo.

Todos estão falando por aí sobre a MPAA ter classificado o longa na categoria R, ou seja, para maiores de 18, por conter “forte violência, sadismo, linguagem ofensiva, conteúdo sexual, nudez gráfica e uso de drogas”, mas basicamente esta é a zona de conforto do Zombie. Não entendo o alarde.

O que me faria realmente ficar completamente arrepiado, é saber o tom que ele irá propor, pois nos dois filmes anteriores, encontramos estéticas, narrativas e personalidades contrastantes. Será que virá uma retomada tão agoniante, selvagem e psicopata como o slasher proposto em seu primeiro trabalho A CASA DE 1.000 CORPOS? Extremamente visual, de atmosfera carniceira e 100% doente. Ou teremos uma literal continuação do seu original e violentíssimo road movie REJEITADOS PELO DIABO? Mais dinâmico, açougueiro e completamente cruel…

Não sabemos. Confira esquisito trailer e palpite:

Será que teremos o encerramento com um terceiro tom empregado? Seria uma boa! O que vemos aqui é o lado desumano de Zombie afiando a lâmina em nossas expectativas. E quando digo “esquisito” referente ao trailer – por duas vezes neste texto – é para ressaltar que Zombie, gosta de AFASTAR o público errado. O cara não faz cinema pela grana. Então lá vem uma rajada certeira de ódio com força total. A fera está solta e vindo em nossa direção. Em breve – ainda em 2019 – seremos apresentados para 3 FROM HELL.

O seu nome já diz tudo. “Zombie” é um cara de retornos. Volta e volta para fazer estrago!! Eis que é chegada a hora de pegar os seus melhores personagens e trabalhar no seu melhor universo. Seja com um final negativo e impiedoso como o primeiro ou positivo e belo como no segundo… só vem!!

PREPAREM-SE!!!!

Eu estou empolgadíssimo já sonhando com a trilha sonora que está por vir e a inesquecível risada da Baby!!

VENHA ZOMBIE!!

VENHA 3 FROM HELL!!

Gostou? Dê um like e passe adiante!

Leia também:

Apoie o Cinem(ação): contribua com a cultura cinematografica!

  • Críticas cinematográficas
  • Mais de 6 horas de conteúdo inédito por semana
  • Podcasts semanais
  • Grupo no Facebook exclusivo para apoiadores
  • Acompanhamento das nossas conquistas com seu apoio

Abra a porta do armário! Deixe seu comentário:

Material close icon