Crítica: O Date Perfeito - Cinem(ação): filmes, podcasts, críticas e tudo sobre cinema
O Date Perfeito - filme original Netflix

Crítica: O Date Perfeito

O Date Perfeito, filme original Netflix, tem um protagonista cuja profundidade é incompatível à trama rasa.

Ficha técnica

Direção e roteiro: Chris Nelson
Elenco: Noah Centineo, Laura Marano, Odisseas Georgiadis, Camila Mendes, Matt Walsh.
Nacionalidade e Lançamento: EUA, 2019 (12 de abril de 2019 – lançamento mundial Netflix) 
Sinopse: Brooks Rattigan encontra uma forma de juntar dinheiro para realizar o sonho de entrar na faculdade de Yale: cria um aplicativo de encontros no qual ele atua como o “date” que a pessoa precisa para o momento.

O Date Perfeito - filme original Netflix

Confesso que me surpreendi quando me dei conta de que Brooks, o protagonista de “O Date Perfeito” trazia algumas características que faziam dele um personagem profundo. O passado (pouco explorado) relacionado à sua mãe, o fato de saber pouco sobre si mesmo, e até mesmo a maneira gradativa com que acompanhamos o crescer de suas mentiras fazem com que sua concepção seja minimamente interessante. Fosse um drama com melhor elaboração, o filme teria escopo a explorar.

Mas não. Como seu título transparece, “O Date Perfeito” é um filme adolescente que não tem muitos objetivos além de fazer com que o público majoritariamente feminino suspire pelo protagonista e sonhe com situações irreais do Ensino Médio – ou melhor, High School.

Quando acompanhamos o protagonista se apresentando na típica carta que os americanos precisam enviar à Universidade, não deixa de ser interessante ver a quebra de expectativa ao mostrar a reação da diretora da escola. Também é curioso ver que o roteiro de “O Date Perfeito” não se preocupa em mostrar todas as características que formam a persona do protagonista, permitindo que o espectador sinta suas diferentes nuances ao longo do tempo. E se o filme consegue extrair o carisma de Centineo (cuja trajetória já faz dele o “novo Zack Efron”, provando que você está velho!), também mostra boa química entre ele e os amigos Laura Marano e Odisseas Georgiadis.

O Date Perfeito - filme original Netflix

É uma pena que, na contramão dos pontos positivos, “O Date Perfeito” se valha de tantas escolhas problemáticas. Enquanto o clima do filme nos permite a suspensão da descrença para aceitar a criação de um aplicativo e um negócio lucrativo, o mesmo não ocorre com os diálogos claramente saídos das páginas de um livro, e não da boca de adolescentes (o filme é baseado em um livro, mas ainda é sobre adolescentes). O roteiro também se mostra pouco criativo ao mostrar argumentos extremamente fracos na tentativa do protagonista em convencer Celia a ir a uma festa; e também ao acelerar certas ações, como a do beijo entre ele e a riquinha Shelby poucos minutos após o falso término de namoro.

Não há motivos para esperar que “O Date Perfeito” tenha um final inesperado ou arcos inovadores. O aprendizado do protagonista é exatamente o que se espera, o final é com o casal que todos imaginam nos primeiros minutos de projeção, e a amizade desfeita se refaz como mágica. “O Date Perfeito” não comete absurdos e não ofende, mas também não consegue trazer nada que seja novo ou provocador. É um mais do mesmo que perde a oportunidade de explorar um personagem razoavelmente interessante.

Leia também: artigo sobre “Para Todos Os Garotos que Já Amei”

  • Nota
2.5

Summary

O Date Perfeito é um mais do mesmo que perde a oportunidade de explorar um personagem razoavelmente interessante.

Gostou? Dê um like e passe adiante!

Leia também:

Apoie o Cinem(ação): contribua com a cultura cinematografica!

  • Críticas cinematográficas
  • Mais de 6 horas de conteúdo inédito por semana
  • Podcasts semanais
  • Grupo no Facebook exclusivo para apoiadores
  • Acompanhamento das nossas conquistas com seu apoio

Abra a porta do armário! Deixe seu comentário:

Material close icon