[HQ] MARVELS - O que faltou em Guerra Infinita - Cinem(ação): filmes, podcasts, críticas e tudo sobre cinema

[HQ] MARVELS – O que faltou em Guerra Infinita

Marvels é uma história em quadrinho publicada pela Marvel em 1994 que reúne quatro grandes histórias de seu universo que se interligam pelas lentes de um jornalista curioso. Escrita por Kurt Busiek e ilustrada pelo mítico Alex Ross, a história em quadrinho tornou-se um grande clássico da editora sendo reimpressa várias vezes e ganhando versões especiais. Toda essa comoção em torno de Marvels deve-se ao fato de que ela nos trouxe o ponto de vista da humanidade em relação aos super seres que aparecem na Terra.

Antes disso víamos todas as histórias pelo viés dos heróis ou vilões e com Marvels passamos a enxergar que os atos desses super heróis afetam a vida cotidiana de um homem medíocre e assalariado que trabalha de segunda a sexta e faz hora extra pra ganhar um pouco a mais. Essa humanidade do roteiro de Busiek e ilustrada por Alex Ross que transforma cada quadro em uma possível obra de arte emoldurada nos faz entender todo o contexto dessas ações heroicas e o que isso implica para pessoas como nós que são apenas coadjuvantes olhando a vida passar.

— A partir daqui contém spoilers de Guerra Infinita —

Mas qual a relação disso com Guerra Infinita? Pois bem, Marvels é exatamente tudo aquilo que faltou em Guerra Infinita (e também em Guerra Civil). Após todo hype passar e o choque dos heróis se desfazendo, me peguei pensando em como tudo isso afeta a vida das pessoas. Como aquele homem assalariado viu tudo isso? como ele lidou com o sumiço repentino da filha e a aparição de um ser tão poderoso capaz de matar metade da população mundial? Como foi a mãe ver o filho sumir de seus braços? ou um recém casado com seu parceiro desintegrando a seu lado? Vimos nossos heróis favoritos perecerem, mas não nos vimos lidando com isso.

A Marvel acredita muito em seu universo e fazendo por merecer não se vê na obrigação de colocar essa humanidade em seus longas. Nós passamos a amar tanto aqueles personagens que os colocamos em um pedestal e sofremos junto a cada derrota e vibramos a cada vitória, e deixamos de lado todos os humanos ao redor disso tudo. O foco sempre está em quem um dia sonhamos ser, mas não podemos nunca deixar de lado aquilo que somos.

Por fim, Marvels é uma leitura (quase) obrigatória para todos os amantes de super heróis. Seja fã de DC ou Marvel, ao ler expandimos nosso entendimento de um mundo com super seres e passamos a enxergar com outro tipo de lente cada ato feito em ajuda a humanidade ou em como os heróis acham que estariam ajudando a humanidade. Boa leitura!

Gostou? Dê um like e passe adiante!

Leia também:

Apoie o Cinem(ação): contribua com a cultura cinematografica!

  • Críticas cinematográficas
  • Mais de 6 horas de conteúdo inédito por semana
  • Podcasts semanais
  • Grupo no Facebook exclusivo para apoiadores
  • Acompanhamento das nossas conquistas com seu apoio

Abra a porta do armário! Deixe seu comentário:

Material close icon