Conheça a historia e curiosidades do Godzilla

Godzilla, o maior temor dos japoneses

Estava eu sentado na cadeira do cinema feliz e contente pronto para assistir um filme quando passou o trailer do novo filme do Godzilla, dessa vez dirigido por Gareth Edwards, que se tornou conhecido pelo filme de monstros chamado…bem… “Montros” (2010). Ao final do trailer o menininho que estava ao meu lado se virou para o pai e disse: que legal!!! E o pai dele na hora respondeu: Que nada, esse filme é da minha época e é muito tosco. Será mesmo? O quanto sabemos sobre Godzilla? Sua influência e importância na cultura japonesa e nos cinemas? Infelizmente Hollywood e o jeito de tentar criar blockbusters acaba fazendo grandes cagadas para falar o português chulo correto. O público que é adolescente ou tem 20 e poucos anos hoje quando ouve falar em Godzilla lembra na hora do fiasco de 2008 dirigido por Roland Emmerich e estrelado por Matthew Broderick e do filme original nada sabem, até agora. MCDGODZ EC052 Godzilla surgiu em 1954 e é um dos filmes de monstros mais conhecidos. Sua fisionomia foi definida com a ajuda Eiji Tsubaraya, que dirigia a equipe de efeitos visuais. Godzilla retrata a forma que as pessoas buscam para sobreviver e lidar com grandes desastres, tema esse de grande influência na população japonesa, pois não fazia 10 anos que haviam ocorrido as tragédias com as bombas atômicas nas cidades de Hiroshima e Nagasaki. O filme inicialmente foi pensado como uma história com começo, meio e fim, depois é que tiveram a ideia de produzir várias continuações contra vários monstros bizarros. “Godzilla” (1954) foi filmado em preto e branco por ser mais barato. Godzilla com atorSobre a aparência do Gojira (que é o misto das palavras gorira [gorila] e kujira [baleia]), Eiji Tsubaraya sugeriu que o monstro fosse um polvo gigante ou alguma criatura com a cabeça tipo um cogumelo, para remeter ainda mais o cogumelo atômico que foi visto após as explosões das bombas atômicas. No final das contas acabou sendo decidido o misto de dinossauros com a habilidade de cuspir rajadas atômicas, coisa básica. A roupa do Godzilla foi feita depois de muitos testes, sendo que pensaram até mesmo em fazê-lo em stop-motion. No final foi criada uma válvula de escape para o ator Haruo Nakajima poder transpirar, e ela também só podia ser vestida por no máximo 3 minutos por conta do peso de 90 quilos da fantasia. O filme foi dirigido por Ishiro Honda, um expoente nesse segmento, e teve orçamento de cerca de  um milhão de dólares, e a produção ficou a cargo de Tomoyuki Tanaka. O primeiro Godzilla já ganhou uma versão americana dois anos após sua estreia no Japão, “Godzilla – O Rei dos Monstros”, com novo roteiro e também novas cenas estreladas pelo ator Raymond Burr. O monstro também teve sua própria série de quadrinhos da Marvel Comics entre 1977 e 1979. Atualmente a editora Dark Horse lançou algumas revistas em quadrinhos. O novo filme que estreia hoje promete fazer uma homenagem ao seu antecessor de 60 anos atrás mostrando mais os reflexos de uma criatura desse tamanho e os desastres que a seguem na vida e comportamento das pessoas.

Espero que esse texto tenha ajudado a você que está com dúvida sobre ir ou não ao cinema ver o filme dar uma chance para o dinossauro atômico destruidor de maquetes.

Gostou? Dê um like e passe adiante!

Leia também:

Apoie o Cinem(ação): contribua com a cultura cinematografica!

  • Críticas cinematográficas
  • Mais de 6 horas de conteúdo inédito por semana
  • Podcasts semanais
  • Grupo no Facebook exclusivo para apoiadores
  • Acompanhamento das nossas conquistas com seu apoio

Abra a porta do armário! Deixe seu comentário:

Material close icon