Cadillac Records - Cinem(ação): filmes, podcasts, críticas e tudo sobre cinema

Cadillac Records

Cadillac_records_posterEra um sábado chato. Não estava afim de sair de casa. Existe uma cultura para se sair sábado a noite. Mas naquela noite não estava nem um pouco afim. Então fiquei em casa rodando os canais da TV. Foi o melhor que pude fazer.

Em um dos canais, eu vi um negro vestido de Chuck Berry, cantando “Maybellene”. Era o suficiente para eu parar pelo menos uns 3 minutos naquele canal. Em seguida percebi que era um filme, e um dos personagens era chamado de Muddy Waters. Era o suficiente para eu parar mais uns 20 minutos naquele canal. Em seguida, uma personagem bonita apareceu, e ela era chamada Etta James. Era o suficiente para querer saber que filme era aquele e assistir ele inteiro!

Cadillac Records (2008, dirigido por Darnell Martin) era o nome do filme. É baseado na história da “Chess Records”. Esta gravadora pertenceu a um judeu polonês chamado Leonard Chess (interpretado pelo "Cadillac Records" New York Premiere - Arrivalsganhador do Oscar de melhor ator pelo filme “O Pianista”, Adrien Brody), e seu irmão Phill Chess. Porém o filme é apenas baseado na história desta gravadora, e não é muito fiel aos fatos históricos, pois Phill foi simplesmente ignorado neste filme (na verdade existem referências a este personagem pela internet afora, mas não o vi na cópia que assisti). Apesar disso, o filme possui bom roteiro.

Outra coisa interessante do filme são os atores. Muddy Watters foi interpretado pelo ator Jeffrey Wright. Até então, tudo bem. Porém, Chuck beyonceBerry foi interpretado pelo rapper e ator Mos Def. Aliás… atualmente Mos Def é mais ator que rapper, já que ele tem mais aparições em filmes que albuns gravados, e vai fazer um personagem no próximo filme das Tartarugas Ninja. Se usar um rapper para interpretar pai do Rock’n’roll (e que aliás é muito parecido com ele – veja na foto), foi interessante o mais interessante está a seguir. Lembra da personagem bonita… então… Etta James é interpretada por Beyoncé Knowles. Sim, “a Beyoncé”. Então duas coisas me surpreenderam: 1) eu, fã de rock, metal, punk, e semelhantes, sempre ignorei a cara da Beyoncé, e achei ela bonita; 2) até que ela não é má atriz. Gostei da participação dela (apesar de ser “a Beyoncé”).

Enfim… Cadillac Records é um bom filme. Agora, se você gosta de Blues, Rock, R&B ou até mesmo de rip hop, funk, soul, e todos estes “filhos do blues” este filme se torna obrigatório para ajudar a entender de onde veio a música que você gosta.

3-claquetes

Gostou? Dê um like e passe adiante!

Leia também:

Apoie o Cinem(ação): contribua com a cultura cinematografica!

  • Críticas cinematográficas
  • Mais de 6 horas de conteúdo inédito por semana
  • Podcasts semanais
  • Grupo no Facebook exclusivo para apoiadores
  • Acompanhamento das nossas conquistas com seu apoio

Abra a porta do armário! Deixe seu comentário:

Material close icon