ROCHA)S( #12 - IDENTIDADE (S)

ROCHA)S( #12 – IDENTIDADE (S)

Um eterno namoro. Entre páginas do roteiro, cenas, diálogos… O processo entre a CRIATURA e o CRIADOR não acaba.
É um caso sério!

 

De todas as etapas que compõem o processo de criação, dar nome a criatura gerada se mostra umas das mais cruciais e importantes. No que tange o poder de síntese, e o processo identitário para com o conteúdo da obra.

 

O NOME É A IDENTIDADE! 

A indigência que ainda acompanha alguns filmes, é uma realidade que não fica restrita à selvageria do mercado comercial.

Dar à obra um nome mais popular, que venda com maior facilidade e tenha uma aceitação comercial garantida ou seguir a proposta artística da obra e dar-lhe o nome que melhor lhe despir?

 

A verdade é que sabemos, que quando o filme é FODA, ele simplesmente é FODA! 

A escolha segue os propósitos de quem o faz!
Assim como o roteirista tem o direito de canalizar a criação do seu filme por onde bem entender, o público, tem todo direito de “comprar” a obra que melhor atrair seus anseios. Através dessa busca, podemos compreender a predileção por um gênero específico e um modelo industrialmente reproduzido.

 

Existe criatividade e gosto para tudo. E temos provas disso diariamente, também na música, na TV…

 

Os curtas-metragens carregam consigo o bônus de poder sustentar suas verdades criativas, sem nenhum receio. Essa autenticidade atinge um público específico e expõem temas por novos olhares. Enquanto essa parte do público sedenta por novas provocações ocupa as salas alternativas de cinema, os mecenas que controlam o maquinário financeiro, preferem concentrar seus investimentos nas mesmas perspectivas.

 

O querer fazer cinema, esbarra no muro do capital! Para enfrentar esse meio monopolista, o desejo, por si só, não basta. 

 

 

Para ver essa arte, outras ilustrações, foto-montagens, colagens, e conhecer o trabalho da Adriana Lisboa: Tumblr: http://adrianalisboapictures.tumblr.com/ || Instagram: https://instagram.com/adrianasalisboa ||Pinterest: https://www.pinterest.com/adrianalisboa71/

E para comprar seu exemplar do livro “Griphos Meus: Cinema, Literatura, Música, Política & outros Gozos Crônicos” (R$25) com: FRETE GRÁTIS (para todo Brasil) & 01 GRIPHO BÔNUS (em forma de carta escrita à mão pelo próprio autor) é só enviar um E-MAIL ([email protected]) ou pelo INSTAGRAM (http://instagram.com/livrogriphosmeus)

Gostou? Dê um like e passe adiante!

Leia também:

Apoie o Cinem(ação): contribua com a cultura cinematografica!

  • Críticas cinematográficas
  • Mais de 6 horas de conteúdo inédito por semana
  • Podcasts semanais
  • Grupo no Facebook exclusivo para apoiadores
  • Acompanhamento das nossas conquistas com seu apoio

Abra a porta do armário! Deixe seu comentário:

Material close icon