As Mathildas #11: Porque precisamos de negras no audiovisual

As Mathildas #11: Porque precisamos de negras no audiovisual

É com muito muito muito orgulho que as Mathildas Iole Melo e Grecia Baffa convidaram a Camila Cerdeiro, do site Preta, Nerd & Burning Hell, que já participou do podcast Cinem(ação) #210, sobre estupro e abuso no cinema.

De forma leve, elas trouxeram na pauta assuntos sobre como a Camila começou a falar representatividade de mulheres negras no audiovisual. Você sabe por que isso é tão importante? Por que cada vez mais vamos falar sobre isso? Vamos parar de perguntar tanto e ir logo dar o play? rs rs

Ah, e tem novidade no podcast. Quem será que vai sacar? 😀

Download | Feed | iTunes

Alguns materiais citados durante o papo foram:

Cultura das Mathildas (indicações):

  • Camila: livro O ódio que você semeia; musical Hamilton (estilo rap e hip-hop); filme Get Out (monstro é o racismo!!!!)
  • Jabá da Camila:

Site: http://www.pretaenerd.com.br/

Facebook: https://www.facebook.com/pretaenerd

Instagram: https://www.instagram.com/pretanerdburning/

Twitter: https://twitter.com/pretaenerd

  • Iole: filme Cheappie
  • Grecia: seriado Dear White People (tá na Netflix!!!) e blog Blogueiras Negras;

Citamos mais algo e não está na lista? Deixe um comentário!

Links das Mathildas:

Críticas, elogios, sugestões para mathildas@cinemacao.com ou no facebook.com/asmathildas ou ainda pelo twitter.com/asmathildas

Marca criada por: Letícia Locatelli | Edição do podcast por: ISSOaí Design Estratégico

Gostou? Dê um like e passe adiante!

Leia também:

Apoie o Cinem(ação): contribua com a cultura cinematografica!

  • Críticas cinematográficas
  • Mais de 6 horas de conteúdo inédito por semana
  • Podcasts semanais
  • Grupo no Facebook exclusivo para apoiadores
  • Acompanhamento das nossas conquistas com seu apoio

Abra a porta do armário! Deixe seu comentário:

  • Henrique Rizatto

    Olá meninas, como sempre foi um excelente podcast, parabéns! Ouvindo vocês na hora lembrei de um excelente exemplo de atriz negra que está ganhando um grande e positivo destaque.. estou falando da atriz Sonequa Martin-Green, ela participava de The Walking Dead desde a terceira temporada e deixou a série no final da sétima temporada para protagonizar a próxima série da franquia Star Trek – Star Trek: Discovery, sendo a primeira protagonista negra da franquia. Lembrando que a franquia já teve uma personagem negra importante, a tenente Uhura, interpretada pela atriz Nichelle Nichols, mas na época seu papel era considerado coadjuvante. Mais uma vez parabéns pelo podcast e por falar de temas tão importantes…

  • Fernando Machado

    Olá garotas… Ótimo programa.
    Me fez lembrar da Leslie Jones que numa entrevista disse que só se tornou atriz depois de ver a Whoopie Goldberg atuando. Ali ela pensou “tem negras na TV / Cinema”. Isso é representatividade…
    Parabéns pelo programa, e bora chamar o pessoal para comentar aqui.