Até o Ultimo Homem – Hacksaw Ridge – 2016
Até o Último Homem, filme de Mel Gibson com Andrew Garfield

Até o Ultimo Homem – Hacksaw Ridge – 2016

Como já publicamos aqui, começou a corrida do Oscar 2017. E este filme certamente é uma das zebras. Estrelada por Andrew Garfield, “Até o Último Homem” (Hacksaw Ridge – 2016) conta a campanha de Desmond Doss, um soldado americano, médico de guerra, com uma característica interessante: ele era pacifista.

Neste filme o diretor Mel Gibson conseguiu levar adiante seus ideais cristãos em um projeto comercial que realmente chama atenção e sem polêmicas. Ele encontrou uma história sobre a Segunda Guerra Mundial (Doss esteve em campo no Pacífico contra os Japoneses), que fala de um Adventista do Sétimo Dia (portanto cristão como Gibson, auto declarado como Católico) e se nega até a tocar em uma arma. Taxado como covarde no seu treinamento, Doss precisa convencer a todos a ir para o campo de batalha e lá prova que é nada do que pensaram.

O tema do filme é bom, mas por que “Até o  Último Homem” é um azarão? Para Garfield é a primeira indicação dele ao Oscar. Ele foi indicado ao Globo de Ouro pelo mesmo filme e não levou. Até o momento, as maiores aparições dele foram em “A Rede Social” (The Social Network – 2010 – onde recebeu indicações ao Globo de Ouro e também não levou) e como Homem-Aranha nos dois últimos filmes solo do personagem. Diferente de Emma Stone, sua companheira nos filmes do aracnídeo que já foi indicada ao Oscar e desta vez tem reais chances de vencer como melhor atriz.

Para Gibson a situação é de redenção, apesar de não ser a primeira indicação como melhor diretor. Sumido a algum tempo dos grandes filmes, sua última grande produção foi “A Paixão de Cristo” (The Passion of the Christ 2004) que ficou mais famoso pela polêmica da violência que Jesus sofreu (neste caso Gibson foi diretor), e antes disso, ele brilhou como ator e diretor em Coração Valente (Braveheart – 1995) um “filmão” que teve 10 indicações ao Oscar, e acabou levando 5, entre elas Melhor filme e Melhor diretor, o que aconteceu a mais de vinte anos atrás…

Apesar de saber de todos estes problemas ao assistir o trailer abaixo tive um sensação única: uma baita vontade de assistir o filme. Corre lá! Estreia hoje nos cinemas brasileiros.

 

Gostou? Dê um like e passe adiante!

Leia também:

Apoie o Cinem(ação): contribua com a cultura cinematografica!

  • Críticas cinematográficas
  • Mais de 6 horas de conteúdo inédito por semana
  • Podcasts semanais
  • Grupo no Facebook exclusivo para apoiadores
  • Acompanhamento das nossas conquistas com seu apoio

Abra a porta do armário! Deixe seu comentário: