Home Cinema Nacional Festival de Gramado completa 40 anos em crise

Começou na última Sexta-Feira (10) o 40º Festival de Gramado, apesar das dificuldades. As dificuldades financeiras e o bloqueio das contas da Associação de Cultura de Turismo de Gramado foram os maiores obstáculos enfrentados pelo evento.

O resultado é uma festa mais sucinta. São 8 filmes brasileiros competindo por um Kikito, e 5 filmes estrangeiros na mostra paralela. O filme brasileiro que vencer o maior prêmio também levará R$120 mil, enquanto que o ganhador da mostra latinoamericana leva R$80 mil.

Rubens Ewald Filho é um dos curadores do evento, junto com José Wilker e Marcos Santuário. Rubens afirmou em seu blog que a seleção de filmes fez parte de “uma escolha eclética, tentando apresentar diferentes gêneros (comédia, drama, filme de arte, documentários) no que de melhor a safra deste ano produziu”.

Mesmo com as dificuldades, o Festival de Gramado se torna o prêmio de cinema brasileiro com mais longa duração (sem interrupções) e com tapete vermelho para os convidados.

O primeiro filme da mostra competitiva, exibido na estreia (Sexta-feira, 10), foi “Eu não faço a Menor Ideia do que tô fazendo da Minha Vida”, de Matheus Souza (Apenas o Fim). Entretanto, o filme “360”, de Fernando Meirelles, foi o que abriu o festival, em uma exibição que Rubens Ewald Filho considerou uma “ousadia”, já que o filme do diretor brasileiro foi rodado em diversas línguas.

As atividades do festival incluem debates e exibição de filmes gaúchos em diversos espaços culturais da cidade de Gramado.

O Festival de Gramado ocorre entre 10 e 18 de Agosto. A programação completa  pode ser conferida clicando AQUI.

CIN(ESTREIA)

Enquanto chega aos cinemas a nova obra-prima de Richard Linklater, chega também mais uma adaptação de Nicholas Sparks. Confira as estreias de hoje (30)....
Follow

Get every new post delivered to your Inbox

Join other followers: