Trailer de Duna: primeiras impressões - Cinem(ação)

Trailer de Duna: primeiras impressões

Foi lançado hoje o trailer de Duna, longa dirigido por Denis Villeneuve (A Chegada, Blade Runner 2049) estrelado por Timothée Chalamet. O filme, que deve ser lançado em dezembro de 2020, parece ter adaptado de maneira muito fiel o livro de Frank Herbert.

Afinal, do que se trata o livro?

Quem vê o trailer de Duna sem saber muito a respeito da obra original pode não entender muito mais do que o fato de ser uma ficção científica em um planeta de areia.

No entanto, o romance do escritor americano, publicado em 1965, é considerado um dos romances de ficção científica mais importantes de todos os tempos e “pai” da ficção científica moderna, especialmente porque reúne uma história de formação de um herói, e por ter servido de base para grandes obras que vieram depois, incluindo Star Wars e Alien.

Frank Herbert escreveu outros cinco livros que continuam a saga da família Atreides e, após sua morte, seu filho passou a publicar obras que ampliam o universo (embora menos valorizadas pelo público e crítica).

A história de Duna

No livro original, acompanhamos o protagonista Paul Atreides, filho do duque Leto Atreides com sua concubina Lady Jessica, que também é uma Bene Gesserit (uma espécie de irmandade de mulheres que possuem poderes especiais).

Em uma realidade de um reino interplanetário governado por casas, os Atreides são obrigados a sair do planeta natal para reinarem sobre Arrakis, um planeta conhecido também como “Duna”. Trata-se de um planeta que é um grande deserto com pouquíssima água disponível, mas que possui uma grande quantidade de uma substância chamada Melange, que é importante para os outros planetas e explorada pelos outros, ainda que haja resistência do povo local, os Fremen.

A obra “Duna” é uma jornada do herói para Paul Atreides, mas também carrega mensagens de ecologia e proteção do meio ambiente, além de comentar questões relacionadas ao domínio de povos e resistência. Há muitos elementos importantes que envolvem a história do planeta Arrakis, a exploração da natureza, e alguns “animais” curiosos que vivem nas areias. Mas essas coisas ficam muito mais interessantes de deixar para saber na hora de ver o filme – ou de ler o livro, caso seja a sua escolha.

O que podemos ver no trailer

O trailer de Duna corrobora com as altas expectativas, dado o dinheiro investido no projeto e a fama que o diretor canadense Denis Villeneuve conquistou com seus filmes anteriores.

Além de conhecermos os atores e seus personagens, podemos comentar algumas coisas importantes a respeito da prévia.

Personagens:

Paul Atreides (Timothée Chalamet): Herdeiro da Casa Atreides, Paul tem seu destino mudado e terá que se tornar um líder em sua jornada. Ele também tem “poderes” importantes herdados por sua mãe.

Lady Jessica (Rebecca Ferguson): Por ser “concubina” e não poder ser esposa de Leto, Lady Jessica é pouco valorizada, mas terá importância gigante na jornada de seu filho, especialmente no processo de percepção dos mistérios do povo Fremen. Curiosidade: a atriz é 12 anos mais velha que Chalamet, que fará seu filho.

Leto Atreides (Oscar Isaac): Após liderar o planeta Caladan, o Duque Leto Atreides se vê obrigado a mudar-se com sua família para o novo planeta, a fim de gerenciar uma crise relacionada à exportação e tráfico do Melange, especiaria fundamental para a galáxia. No entanto, há um complô contra o duque.

Duncan Idaho (Jason Momoa): O habilidoso mestre de espadas serve a casa Atreides e treinou Paul, com quem tem uma amizade importante. O carisma do ator combina com o que é exigido do personagem.

Chani (Zendaya): Importante personagem Fremen, Chani acaba criando um forte vínculo com Paul, já que ela previu a chegada dele em uma revelação. Será necessário haver química entre Zendaya e Chalamet, já que ambos deverão dividir muitas cenas.

Liet-Kynes (Sharon Duncan-Brewster): Mãe de Chani, Kynes é uma paleontóloga que representa muito para o subtexto da obra, já que é quem traz as informações sobre o planeta Arrakis. No livro, o personagem é um homem, pai da jovem, e o filme tomou uma ótima decisão de mudar o gênero.

Gurney Halleck (Josh Brolin): Outro “funcionário” dos Atreides, Halleck é um importante personagem de conexão entre as tramas que ocorrem em Arrakis e nas dependências do “império”, já que ele passeia pelos “núcleos” dos personagens.

Comentários sobre o trailer:

O trailer de Duna indica, primeiramente, que o filme será bastante sério. Carregado das mesmas influências que Villeneuve já mostrou em ‘A Chegada‘ e ‘Blade Runner 2049‘, as cenas mostram que o filme terá uma atmosfera sóbria, diferenciando da adaptação fracassada (e apressada) de David Lynch.

O visual das naves e dos ambientes mostrados é focado no cinza, o que confere um ar soturno à trama. Isso combina com as roupas utilizadas pela maioria dos personagens. O formato das naves também é rústico e imponente, de forma a demonstrar como o império é poderoso e grandioso.

A cena em que Paul coloca a mão em uma caixa é bastante fiel à cena do livro. Resta saber como o filme abordará todas as explicações detalhadas do livro sobre as Bene Gesserit e a história.

A impressionante imagem do verme, que aparece no fim do trailer, é muito semelhante ao visual de algumas capas do livro, mas tem detalhes mais “realistas”, além de criar uma imponência maior pela maneira como é filmado: de longe, permitindo que vejamos seu tamanho diante dos humanos.

Por fim, vale destacar que muitas das imagens que vemos parecem não se diferenciar tanto de filmes de ficção científica que já vimos antes. Embora isso possa ser um indício de algo “genérico”, creio que seja justamente uma forma de Villeneuve respeitar as obras cinematográficas anteriores que tiveram Duna como fonte, como se fechando um ciclo de influências. Sem contar que, além de o trailer não revelar tudo do filme, o mais importante é a unidade do design de produção, já que o sentido do que está em tela é mais importante do que o fato de aquilo evocar outros filmes ou não.

Gostou? Dê um like e passe adiante!

Leia também:

Apoie o Cinem(ação): contribua com a cultura cinematografica!

  • Críticas cinematográficas
  • Mais de 6 horas de conteúdo inédito por semana
  • Podcasts semanais
  • Grupo no Facebook exclusivo para apoiadores
  • Acompanhamento das nossas conquistas com seu apoio

Abra a porta do armário! Deixe seu comentário:

Material close icon