Site icon Cinem(ação): filmes, podcasts, críticas e tudo sobre cinema

Morre Orlando Drummond aos 101 anos

Morreu hoje, dia 27 de julho, o ator e dublador Orlando Drummond. Reconhecido e venerado por fazer as vozes de grandes personagens da TV como Scooby Doo, Popeye e Alf (da série Alf, o ETeimoso), além de encenar o personagem Seu Peru, na Escolinha do Professor Raimundo, o ator tinha 101 anos e teve falência múltipla de órgãos. Drummond faleceu em casa.

Há cerca de dois meses, Orlando Drummond enfrentou uma infecção urinária, chegando a ficar na unidade de terapia semi-intensiva do Hospital Quinta D’Or, mas teve alta e voltou para casa.

Conhecido pelos bordões do personagem da Escolinha, e repetindo sempre a expressão “Scooby Dooby-Doo”, do desenho que o consagrou como dublador, Orlando Drummond nasceu no Rio de Janeiro em 18 de outubro de 1919, menos de um ano após o Brasil se recuperar da pandemia de gripe (conhecida como Gripe Espanhola). No dia 31 de janeiro de 2021, o ator foi um dos primeiros brasileiros a se imunizar contra a Covid-19, ao lado do sambista Nelson Sargento.

Com carreira solidificada na dublagem e no rádio (onde começou o programa Escolinha do Professor Raimundo), Drummond logo foi para a TV e manteve não apenas seu personagem (criado por Chico Anysio), como esteve em novelas e outros programas de humor.

No cinema, Orlando Drummond fez uma última participação no filme “De Perto Ela Não é Normal”, de 2020, mas esteve em “O Doce Esporte do Sexo” (de 1971, escrito por Chico Anysio), “Bonga, o Vagabundo” (1971, com Renato Aragão), além de filmes como “Angu de Caroço” e “Rei do Movimento”, de 1955 e 1954, respectivamente, ambos estrelatos por Ankito, humorista que viveu o auge das famosas “chanchadas”.

Em 2020, o jornalista Victor Gagliardo lançou a biografia do ator, chamada “Orlando Drummond, Versão Brasileira”.

Sair da versão mobile