Site icon Cinem(ação): filmes, podcasts, críticas e tudo sobre cinema

Precisamos falar sobre Encontros e Desencontros

encontros-e-desencontros

Encontros e Desencontros é considerado um dos melhores filmes de Sofia Coppola. Graças a ele, a diretora e roteirista ganhou ainda mais destaque no mundo cinematográfico por vencer o Oscar de melhor roteiro original

Além dos prêmios e indicações, Encontros e Desencontros é uma ótima obra de dramédia (drama + comédia) que nos faz refletir sobre nós mesmos, afinal quem nunca se sentiu perdido ou desencontrado de si mesmo?

Por que precisamos falar sobre Encontros e Desencontros?

Lost in Translation, título em inglês, é um filme intimista sobre relacionamentos e pessoas. Lançado em 2003, com Bill Murray e Scarlett Johansson sendo responsáveis pelos protagonistas, esse é um daqueles filmes quietinhos em suas cenas, mas que provocam longas conversas e debates internos.

Muito lembrado por sua fotografia, Encontros e Desencontros destaca cada paisagem de Tóquio e consegue manter uma relação íntima entre seus personagens e a câmera. Inclusive, nesse caso de tradução de títulos, Encontros e Desencontros veio a calhar.

Charlotte e Bob se sentem deslocados por diversos motivos: estarem em um país com costumes diferentes, se sentirem presos a relacionamentos “fracassados” e terem a sensação de estar perdendo algo, se desencontrando de seus princípios e vontades pessoais que antes eram importantes.

Alguns momentos da vida é natural sentir que estamos “empurrando com a barriga” todas as situações, por isso é tão simples entender o olhar triste de Bob no elevador e o tédio de Charlotte em um quarto bagunçado e vazio.

Ao se encontrarem, os protagonistas sentem-se à vontade de compartilhar seus dramas, aconselhando e criando novas memórias para que a viagem até o Japão não tenha sido tão frustrante quanto parecia. Dessa forma, aos poucos, tudo o que parecia estar perdido no caminho, ou na tradução, encontra motivos e justificativas para terem acontecido.

Recentemente, a diretora contou que a última cena do filme não seria tão interpretativa quanto ficou. De acordo com Sofia, a fala de Bill Murray seria adicionada na pós-produção do longa, mas ao ver o corte na montagem a diretora decidiu optar pelo silêncio da fala, fazendo nossa mente imaginar o diálogo final do filme.

Outras referências

A referência mais popular de Encontros e Desencontros é o longa do ex-marido de Sofia, Ela. Já falamos aqui sobre as inspirações desse filme, nas semelhanças e outras comparações que são plenamente aceitáveis. Para ler esse precisamos falar sobre, clique aqui!

O cantor Shawn Mendes é um grande fã do filme de Sofia, utilizando ele como referência em seu vídeo da música Lost In Japan. Nesse caso, Shawn é Bob e a atriz de 13 Reasons Why Alisha Boe representa Charlotte.

Ficou com vontade de conhecer essa história? Encontros e Desencontros atualmente está disponível no catálogo do Prime Vídeo e Telecine.

Sair da versão mobile