Site icon Cinem(ação): filmes, podcasts, críticas e tudo sobre cinema

#ConexãoSundance: Censor

Censor - Festival de Sundance 2021

#ConexãoSundance: Crítica e análise do filme Censor.

Confira a cobertura do Festival de Sundance 2021 com resumos e críticas dos longas acompanhados pelo crítico Maurício Costa.

VEJA A COBERTURA COMPLETA DO FESTIVAL DE SUNDANCE AQUI!

Censor:

Censor é um filme da sessão de meia-noite do Festival de Sundance, do País de Gales. Ele trata dos video nasties, e se chama Censor porque a protagonista é uma censora dos video nasties no Reino Unido. Ela passa o tempo todo assistindo a filmes de terror para definir os cortes.

Ao mesmo tempo, ela tem uma história trágica porque na infância ela foi passear na floresta com a irmã, e sua irmã desapareceu. O incidente do filme é que chega um momento em que ela tem que avaliar um filme cuja cena de abertura traz sua memória de quando a irmã sumiu. Isso a deixa perturbada e ela fica pirada em torno disso, acreditando que a irmã está viva, gerando problemas no trabalho e com a família.

Paralelamente, acontece um assassinato atribuído a uma imitação de um dos filmes que ela tinha aprovado. Ela começa a sofrer ameaças, o que cria um cenário de muita perturbação.

Apesar de a propaganda do filme indicar um filme ultraviolento, devemos baixar a expectativa, porque ele é bom, mas não é tão violento quanto se gosta de dizer. Além das cenas dos filmes que ela vê, a violência do filme em si só surge no terceiro ato. Mas toda a primeira hora é muito mais uma construção psicológica e de atmosfera, que é muito pesada. A atriz principal é sensacional e impressionante: você acredita em tudo. Direção de arte e fotografia estão muito boas, retratando bem os anos 1980, funcionando muito bem.

Censor é uma daquelas pérolas.

Nota: 4,5 / 5

Sinopse e Ficha técnica:

Uma censora de cinema se orgulha de seu trabalho meticuloso, no qual protege o público desavisado dos efeitos deletérios de assistir as decapitações cheias de sangue. Seu senso de dever de proteger é amplificado pela culpa por sua incapacidade de lembrar detalhes do desaparecimento de sua irmã, recentemente declarada morta à revelia.

Direção: Prano Bailey-Bond
Roteiro: Prano Bailey-Bond, Anthony Fletcher
País: Reino Unido
84 min

Participam da cobertura do Festival de Sundance 2021 os seguintes sites e canais: Razão:de:AspectoCinem(ação)Getro.com.br e Wanna be Nerd.

Sair da versão mobile