Cinem(ação): filmes, podcasts, críticas e tudo sobre cinema

Precisamos falar sobre Ponte para Terabítia

Inspirado em um livro, Ponte para Terabítia mistura drama e fantasia, enquanto ensina lições importantes para os adultos e crianças.

Acompanhamos a vida de Jessie, um menino introvertido que é atormentado pelos valentões em sua escola e vê sua vida mudar ao conhecer sua nova colega de classe e vizinha, Leslie Burke.

Os dois iniciam uma grande amizade que vai além do mundo real e, para fugir dos problemas, os dois criam Terabítia, um mundo de fantasia que permite aos amigos sonhar e criar novas aventuras.

A primeira adaptação cinematográfica do livro aconteceu em 1987, numa obra canadence voltada pra TV, que conta a história de uma forma mais rápida até porque com apenas 60 minutos, o filme foca no desenrolar da história dos protagonistas e seu mundo mágico.

Esse é um daqueles filmes que emocionam adultos e crianças, já que além da jornada de Jessie e Leslie, o longa também toca em assuntos mais sérios como: a perda, o amadurecimento e em como é importante para uma criança receber o apoio familiar.

A autora do livro Katherine Paterson escreveu a história para seu filho, David L. Paterson, tentando ajudá-lo a lidar com o luto após a morte de uma de suas melhores amigas. David foi um dos produtores do filme e ainda escreveu o roteiro.

É quase impossível não se envolver com os dramas da história que, mesmo mexendo com a nossa imaginação, são problemas reais. Os três atores mirins foram premiados por suas performances, destaque para Josh Hutcherson, o Peeta de Jogos Vorazes.

AnnaSophia Robb, a Leslie, conseguiu destaque em algumas séries e estreou alguns projetos notáveis no ano passado. 

O filme recebeu críticas positivas, principalmente por manter-se fiel à obra original e relatar a morte e o luto de forma tocante e emocionante. Exatamente por isso, é possível que muitas pessoas não tenham se sentido completamente felizes com o final, então, existe pela internet inúmeras fanfics sobre a continuação da história.

Mas, mesmo assim, é importante lembrar que oficialmente a chance de haver uma continuação do filme é nula, visto que a história que inspirou o longa já foi contada na íntegra.

Ponte para Terabítia é mais que um filme de fantasia, ele nos ajuda a entender melhor como lidar com perdas e nos relembra em como a imaginação pode nos levar a outros mundos.

Sair da versão mobile