Cinem(ação): filmes, podcasts, críticas e tudo sobre cinema

Eu Cinéfilo #53: Medo Profundo 2 – Abismo

Garante o mesmo clima de tensão 

Há anos o cinema australiano tem se destacado ao produzir bons filmes de terror/suspense, e isso se repete na sequência de Medo Profundo 2 – Abismo (não confundir com o filme dos tubarões). Dificilmente as continuações costumam ser tão boas quanto o original, mas Medo Profundo 2 consegue captar a mesma atmosfera de tensão e medo da obra anterior de 2007, graças a um roteiro bem escrito e ótimos efeitos especiais que mesclaram CGI com crocodilos reais em cenas editadas com as do elenco.

Dois casais e mais um amigo, viajam juntos para uma região de natureza abundante no norte da Austrália para explorar um sistema remoto de cavernas que mais parece um labirinto, recém descoberta por um deles, que logo de cara percebemos que será uma presa fácil para os ‘jacarés’ do filme. Após uma tempestade tropical alagar a caverna, as cinco pessoas se veem presas em um espaço claustrofóbico, escuro e com uma água turva que esconde um perigo maior submerso.

Se não bastasse os répteis, o nível da água começa a subir, dando sinais que eles precisam sair daquele local logo, se não quiserem morrer devorados ou afogados, o que só aumenta o clima de tensão à medida que o filme avança. Algumas cenas submersas em ambientes fechados podem provocar mal estar nos mais sensíveis, e os prováveis protagonistas podem não ser realmente os personagens principais, o que traz um elemento surpresa a produção, sem deixar muito óbvio quem vai sobreviver.

O elenco entrega uma boa atuação mas nada espetacular, não a ponto de causar uma empatia no espectador, ainda assim para os fãs do gênero, o filme com certeza irá agradar, pois garante uma boa dose de suspense e terror, mesmo os répteis não aparecendo tanto assim ao longo filme, de todo modo soam mais reais do que os do filme americano “Predadores Assassinos” (2019).

Outro ponto positivo é que apesar das cenas no interior da caverna e vários takes subaquáticos, o cenário não se limita apenas a esse, tendo algumas reviravoltas na história e alternando o ambiente, assim como o passado de alguns personagens que acabam vindo à tona, para dar empatia e também antipatia deles.

Para quem aprecia ver os vilões répteis atacando a exaustão, poderá se frustrar um pouco, até porque eles foram bastante poupados, de todo modo, isso não tira o clima de tensão e medo, que uma água turva esverdeada esconde em uma caverna escura.

Medo Profundo 2 – Abismo estreou no dia 07 de agosto em VOD; a direção ficou a cargo do mesmo diretor do original Andrew Traucki e da produtora Altitude, já o elenco conta com nomes desconhecidos do público brasileiro: Jessica McNamee, Luke Mitchell, Amali Golden, Anthony J. Sharpe e Benjamin Hoesjes.

Texto escrito por:

André Aram

andre.riocarioca@gmail.com

Sair da versão mobile