Ícone do site Cinem(ação): filmes, podcasts, críticas e tudo sobre cinema

Globoplay anuncia documentários, novelas e filmes de Haneke e Villeneuve

O mês de agosto será cheio de novidades na Globoplay. Confira as diferentes estreias:

Documentários:

Documentário ‘O caso do homem errado’

Em agosto, chegam documentários exclusivos e nacionais que discutem o racismo e abordam o combate ao preconceito. Os novos títulos enriquecem a lista de obras com a mesma temática já disponíveis no catálogo.

Exclusividade do Globoplay, ‘Dentro da Minha Pele’ acompanha as histórias de nove pessoas com diferentes tons de pele negra que apresentam seu cotidiano na cidade de São Paulo e compartilham situações de racismo, dos mais velados aos mais explícitos. Entre os personagens, temos um médico, uma modelo, dois estudantes universitários, uma doméstica, uma professora, entre outros. A obra tem direção de Toni Venturi e Val Gomes.

‘O caso do homem errado’ conta a história do jovem operário negro Júlio César de Melo Pinto, que foi executado pela Brigada Militar, nos anos 1980, em Porto Alegre. O crime ganhou notoriedade após a imprensa divulgar fotos de Júlio sendo colocado com vida na viatura e chegar, 37 minutos depois, morto a tiros no hospital. O filme traz o depoimento de Ronaldo Bernardi, o fotógrafo que fez as imagens que tornaram o caso conhecido, da viúva do operário, Juçara Pinto, e de nomes respeitados da luta pelos direitos humanos e do movimento negro no Brasil. Além do caso que dá título ao filme, a produção discute ainda as mortes de pessoas negras provocadas pela polícia.

‘Menino 23’ segue a investigação do historiador Sidney Aguilar sobre tijolos marcados com a suástica encontrados no interior de São Paulo. Durante os anos 30, nazistas brasileiros levaram cinquenta meninos negros de um orfanato no Rio de Janeiro para a fazenda onde os tijolos foram encontrados. Lá, eles foram escravizados pelos Rocha Miranda, família que fazia parte da elite brasileira, relacionada com empresários alemães e que não escondia sua paixão pelo nazismo. Com a queda de Hitler, a família abortou o projeto e expulsou os meninos da fazenda, deixando-os ao seu próprio destino. Sobreviventes compartilham pela primeira vez suas histórias.

Esses títulos se somam a outros já disponíveis na plataforma sobre o mesmo assunto. Em ‘Eu Não Sou Seu Negro’, exclusivo do Globoplay, o produtor Raoul Peck usa o livro inacabado de James Baldwin sobre o racismo nos EUA para examinar as questões raciais contemporâneas, com relatos sobre as vidas e assassinatos dos líderes ativistas Medgar Evers, Malcolm X e Martin Luther King Jr.

O indicado ao Oscar 2019, ‘No Interior Do Alabama: A Vida Em Hale County’ também está na plataforma. Através de acontecimentos diários, o filme mostra as motivações, dificuldades e preconceitos que assombram até hoje o Sul dos EUA. Outro documentário é ‘Toni Morrison: Partes de Mim’, que conta a história da autora que dá título ao filme, a primeira negra americana a ganhar o Prêmio Nobel de Literatura, através de seus próprios depoimentos e também de nomes como Angela Davis e Oprah Winfrey.

‘Movimento Negro dos EUA e a Não Violência’ faz uma retrospectiva do nascimento e da evolução do movimento de não violência nos Estados Unidos desde Martin Luther King.

E, fechando a lista, está ‘Black Lives Matter – O Movimento Negro Hoje’, que fala principalmente de uma nova geração de ativistas de direitos civis que emerge nos Estados Unidos e que está determinada a ter sua voz ouvida na luta pela igualdade racial.

Novelas e séries

Atrizes de ‘Kiling Eve – Dupla Obsessão’

As intensas perseguições e provocações que conduzem ‘Killing Eve – Dupla Obsessão’ continuam com a chegada da terceira temporada da série exclusiva Globoplay. A trama gira em torno de Eve (Sandra Oh), uma agente secreta que fica obcecada em conseguir capturar uma misteriosa assassina, Villanelle (Jodie Comer), e embarca em uma perigosa caçada. Nesta sequência, o público vai descobrir o que aconteceu após o tiro disparado por Villanelle em direção a Eve. A série é vencedora de diversos prêmios internacionais, entre eles um Globo de Ouro (melhor atriz para Sandra Oh) e um Emmy (melhor atriz para Jodie Comer).

Também exclusivo Globoplay, o thriller de mistério ‘The Head’ desenvolve um enredo de sobrevivência e investigação ambientado em um dos lugares mais remotos do planeta, a Antártida. A história se desenrola em três linhas cronológicas contadas através dos testemunhos conflitantes dos últimos sobreviventes de uma missão em uma estação de pesquisa local. O elenco conta com Álvaro Morte, John Lynch, Katharine O’Donnelly, Alexandre Willaume, Laura Bach, entre outros.

Neste mês, a franquia Chicago fica completa, e os fãs vão ter disponível o único título que faltava para maratonar: ‘Chicago P.D’. O drama policial acompanha a vida de quem coloca tudo em risco para servir e proteger. De um lado, os policiais uniformizados que patrulham as ruas; de outro, a unidade de inteligência que combate os principais delitos da cidade, como crime organizado, tráfico de drogas e assassinatos. Liderando a equipe de inteligência está o sargento Hank Voight (Jason Beghe), um homem que possui seu próprio senso de justiça e está sempre disposto a contornar a lei, seja para proteger as pessoas próximas ou fazer o que acha certo para seu próprio benefício.

Já na série exclusiva ‘A Última Onda’, uma cidade costeira é abalada pelo encontro de uma nuvem sinistra e uma onda gigante durante uma competição de surfe. Alguns surfistas desaparecem no mar por umas horas e, quando surgem de volta, além de não se recordarem de nada, ainda descobrem que desenvolveram habilidades sobrenaturais.

No exclusivo ‘A Verdade sobre o Caso Harry Quebert’, baseado no best-seller homônimo de Joël Dicker, o ator Patrick Dempsey dá vida ao protagonista do título. Harry Quebert é um escritor que repentinamente se vê envolvido em um assassinato quando o corpo de uma mulher é encontrado enterrado no terreno da sua propriedade. O jovem e bem-sucedido novelista Marcus Goldman (Ben Schnetzer), que considera Quebert seu mentor, fará de tudo para provar a inocência dele.

Este mês ainda será marcado pela chegada de três novelas clássicas ao Globoplay. A primeira é ‘Torre de Babel’. A história começa na grande São Paulo, no final da década de 1970. O ex-perito em fogos de artifícios José Clementino (Tony Ramos) arranja emprego como pedreiro na construção de um suntuoso shopping center, uma das muitas obras realizadas pela construtora do engenheiro César Toledo (Tarcísio Meira). Durante uma festa, Clementino comete um crime e é preso. César Toledo depõe contra ele no julgamento, e seu testemunho é decisivo para a condenação do funcionário. Vinte anos se passam, Clementino ganha liberdade e volta mais amargurado. Dando início ao seu plano de vingança, ele consegue um emprego como vigia do Tropical Towers com o objetivo de destruir o grande empreendimento.

Em seguida, é a vez de ‘Fera Radical’. A trama gira em torno de Cláudia (Malu Mader), que deixa o Rio de Janeiro e retorna à pequena cidade de Rio Novo disposta a se vingar do extermínio de sua família, ocorrido 15 anos antes. A jovem consegue trabalho como analista de sistemas na Fazenda Olho d’Água, cujos proprietários são os suspeitos do assassinato de seus pais e irmãos. Mas ela se surpreende com a demonstração de amizade e carinho de Altino Flores (Paulo Goulart), o patriarca da família. Obstinada com a ideia de vingança, Cláudia tenta de todas as formas agir friamente, mas acaba se envolvendo com os filhos de Altino, Heitor (Thales Pan Chacon) e Fernando (José Mayer), por quem se apaixona de verdade. A jovem ainda tem de enfrentar a perseguição de Joana (Yara Amaral), mulher de Altino, que descobre sua verdadeira identidade.

A estreia de ‘A Indomada’ completa o mês. A história se passa na fictícia Greenville. Apesar da decadência local, alguns moradores não perdem a pose, como os Mendonça e Albuquerque, donos da Usina Monguaba. Eles jamais permitiriam o envolvimento de uma “nobre” da família com um homem qualquer. Na década de 1970, Eulália de Mendonça e Albuquerque (Adriana Esteves) se apaixona por Zé Leandro (Carlos Alberto Riccelli), cortador de cana da usina de sua família. Os dois sofrem com a perseguição dos Mendonça e Albuquerque, e Pedro Afonso (Cláudio Marzo), irmão de Eulália, ameaça Zé Leandro de morte. O rapaz é obrigado a fugir, mas promete voltar um dia para buscar a amada, que está grávida. A criança nasce e é batizada como Lúcia Helena (Leandra Leal). Eulália passa a viver em segredo, fugindo do rancor do irmão e do veneno da cunhada, Altiva (Eva Wilma), mulher má e mesquinha. E divide com a filha a expectativa pela volta de seu marido.

Filmes importantes:

Cena de ‘Incêndios’, de Dennis Villeneuve

Neste mês, também chegam diversos filmes, e três deles merecem destaque. ‘Amor’ de Michael Haneke, foi vencedor do Oscar de melhor filme estrangeiro, vencedor da Palma de Ouro no Festival de Cannes 2012 e do Globo de Ouro de filme estrangeiro em 2013. O filme conta a historia de Georges e Anne que são octogenários. São pessoa cultas, professores de música aposentados. Um dia, Anne sofre um pequeno derrame. Quando ela sai do hospital e volta para casa, ela está paralisada de um lado. O amor que une o casal será posta à prova.

Em ‘Incêndios’, de Denis Villeneuve, temos um excelente filme do cineasta canadense. Ele conta a história de Nawal, uma mulher moribunda do Oriente Médio que vive em Montreal, e deixa cartas para seus filhos gêmeos para serem lidas quando ela falecer. Jeanne deve entregar a dela para o pai que nunca conheceu e Simon deve entregar a dele para o irmão que nunca soube que tinha. Os irmãos viajam para o Oriente Médio separados e vivenciam atos de brutalidade, descobrem uma história familiar surpreendente e têm revelações sobre si mesmos.

Também chega o filme ‘Os Belos Dias’, de Marion Vernoux. Estrelado pela atriz Fanny Ardant e baseado no romance ‘Une jeune fille aux cheveux blancs’, de Fanny Chesnel, que o co-roteirizou, a produção levou mais de 200.000 espectadores aos cinemas na semana de estreia na França. Nele, Caroline (Fanny Ardant) é uma mulher de 60 anos, casada, com duas filhas, e recém-aposentada. Caroline está de luto pela morte de sua melhor amiga, quando ganha de presente das filhas a matrícula em um clube de aposentados e idosos que se chama Les Beaux Jours. No clube, Caroline acaba se envolvendo com um dos professores, que tem a idade de suas filhas, e esse romance lhe fará redescobrir o prazer de viver.

Sair da versão mobile