Ícone do site Cinem(ação): filmes, podcasts, críticas e tudo sobre cinema

6 filmes que todo cinéfilo tem que ver

Então você é cinéfilo, certo? Mas será que você é cinéfilo mesmo, ou apenas assiste aos lançamentos e filmes comerciais? É claro que não tem problema nenhum assistir somente a alguns tipos de filmes, afinal cada um tem seu gosto e suas preferências. Mas se você quer ter aquela carteirinha de cinéfilo, existem alguns filmes clássicos e importantes que precisam ser vistos, e que muita gente não viu.

Pensando nisso, decidimos listar sete filmes, em parceria com o Telecine, que você precisa assistir! Assim, depois de conferir a lista, você pode visitar o acervo de mais de dois mil filmes da plataforma, e aproveitar que o primeiro mês de assinatura é totalmente grátis!

A lista é baseada em duas cinelists que você encontra por lá: o “Top 100 filmes” e “O Melhor do Cult”.

Confira:

1- 8 ½

O clássico filme de Frederico Fellini é onírico, metalinguístico e sensível de 1963. Nele, acompanhamos um diretor de cinema em crise criativa, fazendo referência ao próprio Fellini. Marcello Mastroianni em seu auge vive cenas de sonho que exploram a subjetividade de um grande criador diante da própria arte.

2- O Sétimo Selo

O filme de 1957 de Ingmar Bergman fala sobre a morte. Na Idade Média, o cavaleiro Antonius Block (Max Von Sydow) se vê perdido em sua fé, questionando se Deus existe diante de tanto sofrimento e morte que presenciou. Enquanto isso, ele convive com amigos que passam por outros tipos de transformações, e ainda decide seu futuro em um jogo de xadrez com a própria Morte.

3- 2001: Uma Odisseia no Espaço

Entre muita gente, esse filme é considerado “chato”. Na verdade, a obra-prima de Stanley Kubrick é lenta justamente para dar tempo aos pensamentos profundos propostos: a origem do ser humano e o futuro da nossa espécie. O uso da música do compositor Strauss (que passou a ser totalmente ligada ao filme) é uma referência que o filme faz, já que trata-se de uma composição inspirada na obra do filósofo Nietzsche, que pensava justamente na existência humana como uma passagem para o “além-homem”. Sem contar que “2001” é o ápice da ficção científica, influenciando filmes até hoje!

4- A Mão que Balança o Berço

Um dos thrillers mais empolgantes dos anos 1990, o filme de Curtis Hanson (que mais tarde faria “Los Angeles: Cidade Proibida”) é bastante tenso. Além disso, trata-se de um representante importante dos filmes de gênero de sua época, com uma trama que conseguiu empolgar muita gente na época de seu lançamento.

5- A Onda

O filme alemão de 2008 é famoso por ser didático: ele mostra exatamente como uma nova ditadura pode surgir em um país. Aos cinéfilos, é um exemplo do poder que um filme tem de discutir assuntos contundentes de maneira impactante. Afinal, “A Onda” tinha tudo para ser mais um filme independente, e sua força perdura até hoje.

6- Gabriela

A adaptação do romance de Jorge Amado pelo cineasta Bruno Barreto é um clássico brasileiro que deve ser visto pelos cinéfilos. Mais do que contar a história da mulher sensual vivida por Sônia Braga, que se casa com o Nacib (vivido pelo mesmo Marcello Mastroianni do primeiro filme indicado nesta lista), “Gabriela” também traz críticas e subtextos em sua trama.

Sair da versão mobile