Ícone do site Cinem(ação): filmes, podcasts, críticas e tudo sobre cinema

Oscar Versus Globo de Ouro: Melhor Filme

O Oscar é o prêmio mais importante e famoso do cinema mundial. De 1928 até hoje, o Oscar já premiou mais de 90 produções vencedoras de melhor filme e outras tantas em dezenas de categorias. À sombra do Oscar, o Globo de Ouro é uma premiação, que escolhe os melhores do ano se assemelhando ao que é indicado e votado no Oscar.

Entre erros e acertos, ambas as premiações muitas vezes discordam quando o assunto é escolher os melhores filmes do ano. Vejamos qual premiação acertou e qual errou ao decorrer de alguns anos.

Oscar Versus Globo de Ouro

O Oscar escolheu acertadamente o grande clássico “Casablanca” (1943), enquanto o Globo de Ouro se rendeu ao dramático “A Canção de Bernadette”.

Nada de “Hamlet” (1948, premiado com o Oscar). O Globo de Ouro escolheu “Johnny Belinda” e o ótimo “O Tesouro de Sierra Madre” como os melhores filmes do ano.

O Tesouro de Sierra Madre (1948)

Ano de peso: Se o Oscar premiou o excelente “A Malvada” (1950), o Globo do Ouro preferiu “Crepúsculo dos Deuses”, outra obra inesquecível.

Sinfonia de Paris” (1951), foi o grande vencedor do Oscar, vencendo também o Globo de Ouro de filme musical, enquanto na categoria drama venceu acertadamente o belo “Um lugar ao Sol“.

O Manto Sagrado” (1953), foi o primeiro filme feito em widescreen nos anos 50, e foi escolhido o melhor filme dramático no Globo de Ouro, mas o Oscar foi além e premiou o inesquecível “A Um Passo da Eternidade”.

A um Passo da Eternidade (1953)

O simpático “Marty” (1955) ficou com o Oscar, enquanto “Eles e Elas” (musical) e “Vidas Amargas” (drama) levaram o Globo de Ouro.

O Oscar premiou o musical “Gigi (1958), mas o Globo de Ouro foi mais justo, dando o prêmio máximo para o reflexivo “Acorrentados”.

Spartacus” (1960) levou o Globo de Ouro de filme dramático, mas sequer foi indicado ao Oscar principal, este ficando com a comédia “Se Meu Apartamento Falasse”.

Becket, o Favorito do Rei” (1964) levou o Globo de Ouro de melhor filme, mas não conseguiu vencer “My Fair Lady” no Oscar. O musical estrelado por Audrey Hepburn também venceu o Globo de Ouro na categoria.

A Noviça Rebelde” (1965, vencedor do Globo de Ouro de filme musical) e “Doutor Jivago” (vencedor do Globo de Ouro de filme dramático), eram ótimas disputas, mas o primeiro acabou levando o Oscar principal.

A Noviça Rebelde (1965)

O Leão no Inverno” (1968) levou o Globo de Ouro de filme drama, mas o Oscar preferiu “Oliver!“, também vencedor do Globo de Ouro de filme musical.

Nem “M.A.S.H.” (1970, vencedor do Globo de Ouro de filme comédia), nem “Love Story” (Vencedor do Globo de Ouro de filme drama). O Oscar escolheu “Patton – Rebelde ou Herói?” como o melhor filme do ano.

O Exorcista” (1973. Vencedor do Globo de Ouro de filme drama) foi um enorme sucesso de bilheteria e entrou para a história como um dos filmes mais aterrorizantes já feitos, mas o Oscar preferiu ”Golpe de Mestre”.

Chinatown” (1975) venceu os principais prêmios no Globo de Ouro, incluindo melhor filme, mas o Oscar premiou o épico “O Poderoso Chefão – parte 2”.

O Globo de Ouro escolheu “O Expresso da Meia-Noite” (1978. Drama) e “O Céu Pode Esperar” (comédia) como os melhores filmes do ano, mas o Oscar optou pelo excelente drama de guerra “O Franco Atirador”.

O Oscar escolheu a zebra “Carruagens de Fogo” como o melhor filme do ano, enquanto o Globo de Ouro optou por “Num Lago Dourado” (drama) e “Arthur, o Milionário Sedutor” (comédia).

O Globo de Ouro premiou “Nascido em 4 de Julho” como o melhor filme de drama e “Conduzindo Miss Daisy” como melhor comédia. O Oscar acabou injustamente optando por este último.

Nascido em 4 de Julho (1989)

O Oscar acertou em cheio ao premiar o ótimo “O Silêncio dos Inocentes” (1991) enquanto o Globo de Ouro escolheu “Bugsy” (drama) e a animação “A Bela e a Fera” (musical)

Outro acerto do Oscar foi reconhecer “Os Imperdoáveis” (1992) como o melhor filme do ano, enquanto o Globo de Ouro ficou com “Perfume de Mulher” e “O Jogador” nas categorias de drama e comédia, respectivamente.

Razão e Sensibilidade” (1995. Drama) e “Babe, o Porquinho Atrapalhado” (comédia) no Globo de Ouro, não conseguiram tirar o Oscar de melhor filme de “Coração Valente”.

Shakespeare Apaixonado” (1998) foi premiado com o Oscar e o Globo de Ouro de filme comédia, mas o superior “O Resgate do Soldado Ryan” ficou apenas com o Globo de Ouro de filme dramático.

O Resgate do Soldado Ryan (1998)

O Globo de Ouro ficou com o drama “As Horas” (2002), enquanto na categoria musical o prêmio foi para “Chicago”. Este acabou levando também o Oscar de melhor filme

O Aviador” (2004) levou o Globo de Ouro de melhor drama, enquanto “Sideways – Entre umas e Outras” saiu premiado como melhor comédia. O Oscar, porém, premiou o comovente “Menina de Ouro”.

Em uma das piores premiações da Academia, o Oscar deu o prêmio máximo para “Crash – No Limite”, quando os outros quatro concorrentes de 2005 eram melhores. Deveriam ter feito como o Globo de Ouro, que premiou “O Segredo de Brokeback Mountain”.

O Globo de Ouro premiou “Babel” (2006. Drama) e “Dreamgirls – Em Busca de um Sonho” (musical), mas a Academia optou acertadamente pelo filme policial “Os Infiltrados”.

O ótimo “Desejo e Reparação” (2007) foi escolhido o melhor filme dramático no Globo de Ouro, mas o Oscar preferiu o violento “Onde os Fracos Não Têm Vez”.

Onde os Fracos Não Têm Vez (2007)

O Globo de Ouro premiou o mega sucesso “Avatar” (2009) como o melhor filme do ano, mas o Oscar acabou premiando o pouco visto “Guerra ao Terror”.

Pouca gente gostou da vitória de “O Discurso do Rei” (2010) no Oscar. O Globo de Ouro foi mais justo, premiando o elogiado “A Rede Social”.

Os Descendentes” (2011) venceu o Globo de Ouro de melhor filme dramático, enquanto “O Artista”, que também venceu o Oscar, saiu vitorioso com o Globo de Ouro de melhor filme comédia/musical.

O Artista (2011)

Boyhood: Da Infância à Juventude” (2014) e “Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância)” dividiram as preferências daquele ano. Mas, enquanto o primeiro saiu vitorioso no Globo de Ouro, o segundo venceu o Oscar.

O Regresso” (2015) venceu o Globo de Ouro na categoria drama, enquanto “Perdido em Marte” venceu na categoria comédia. O Oscar, no entanto, surpreendeu ao premiar “Spotlight: Segredos Revelados”.

A Forma da Água” (2017) saiu vitorioso no Oscar, enquanto o Globo de Ouro escolheu “Três anúncios para um Crime” (drama) e “Lady Bird – A Hora de Voar” (comédia).

Em um dos piores anos da premiação do Oscar em todos os tempos, premiaram “Green Book – O Guia” (2018) como melhor filme. O Globo de Ouro também não acertou muito, premiando “Green Book – o Guia” como melhor comédia e “Bohemian Rhapsody” como melhor drama.

Colaboração: Ana Luiza

Sair da versão mobile