Ícone do site Cinem(ação): filmes, podcasts, críticas e tudo sobre cinema

DiCaprio ganha o Oscar neste ano? Confira:

Uma das maiores dúvidas dos cinéfilos (e dos nem tão cinéfilos assim) é se Leonardo DiCaprio ganhará o Oscar desta vez. Reconhecido como um grande ator, Leo ainda não levou a estatueta mais famosa do cinema – seja porque não teve sorte ou porque não foi tão bem quanto outros.

No entanto, há muito mais coisas a serem analisadas a respeito dos indicados ao Oscar. Confira abaixo alguns comentários importantes sobre as principais categorias.

 

 

Melhor filme
“A grande aposta”
Ponte dos Espiões
“Brooklyn”
Mad Max: Estrada da Fúria
Perdido em Marte
“O regresso”
“O quarto de Jack”
Spotlight: Segredos revelados

As indicações são interessantes, e “Spotlight” realmente tem chances de ganhar por alguns motivos: o tema é muito relevante, “Birdman” já ganhou no ano passado, deixando Iñárritu feliz, e poucos filmes tem o mesmo peso. Um fator que contribuiria para “O Regresso” não ganhar poderia ser a campanha que Iñárritu está fazendo sobre como foi difícil fazer o filme, o que pode deixar os eleitores da Academia meio irritados. Vale lembrar que McCarthy é um diretor com poucos filmes no currículo e que poderia “despontar” após um Oscar.

 

Melhor ator
Bryan Cranston (“Trumbo”)
Matt Damon (“Perdido em Marte“)
Leonardo DiCaprio (“O regresso”)
Michael Fassbender (“Steve Jobs”)
Eddie Redmayne (“A garota dinamarquesa”)

Este ano tem tudo para ser de Leonardo DiCaprio. Indicado 6 vezes, o ator virou até piada na internet por nunca ter ganhado o prêmio. Vale lembrar que Paul Newman, Geraldine Page e até Martin Scorsese foram indicados seis vezes ao Oscar antes de realmente levarem uma estatueta para casa. Há quem torça por Fassbender, e apesar da performance de Cranston, poucos diriam que uma estatueta para DiCaprio seria injustiça.

 

Melhor atriz
Cate Blanchett (“Carol“)
Brie Larson (“O quarto de Jack”)
Jennifer Lawrence (“Joy”)
Charlotte Rampling (“45 anos”)
Saoirse Ronan (“Brooklyn”)

Dificilmente o prêmio não irá para Cate Blanchett, que pode ganhar o terceiro Oscar. Mas nesta categoria podem ocorrer surpresas.

 

Melhor diretor
Alejandro G. Iñárritu (“O regresso”)
Tom McCarthy (“Spotlight: Segredos revelados“)
George Miller (“Mad Max: Estrada da fúria”)
Adam McKay (“A grande aposta”)
Lenny Abrahamson (“O quarto de Jack”)

Acho pouco provável que Iñárritu ganhe novamente. Tom McCarthy sai ganhando na disputa, mas George Miller bem que poderia levar esta!

 

Melhor animação
“Anomalisa”
“O menino e o mundo”
Divertida Mente
“Shaun, o carneiro”
“Quando estou com Marnie”

Nem perca seu tempo criando esperanças de que o Brasil ganhe o Oscar neste ano. Nem mesmo remotas. “Divertida Mente” já ganhou.

 

Melhor filme estrangeiro
“Embrace of the Serpent” (Colômbia)
“Cinco graças” (França)
“O filho de Saul” (Hungria)
“Theeb” (Jordânia)
“A war” (Dinamarca)

“O Filho de Saul” ganhou QUATRO prêmios em Cannes, Globo de Ouro e mais outros 20 prêmios. Dificilmente outro filme ganhará.

 

Melhor trilha sonora
Ponte dos Espiões
Carol
“Os 8 odiados”
“Sicario”
Star Wars: O despertar da força

Ennio Morricone, de “Os 8 Odiados”, também teve seis indicações, é um gênio e nunca ganhou. Ele merece um Oscar muito mais que o DiCaprio. Ele merecia memes também!

 

Melhor roteiro adaptado
“A grande aposta”
“Brooklyn”
Carol
Perdido em Marte
“O quarto de Jack”

Melhor roteiro original
“Ponte dos espiões”
Ex Machina
Divertida mente
Spotlight: Segredos revelados
“Straight Outta Compton”

Melhor design de produção
Ponte dos Espiões
“A garota dinamarquesa”
Mad Max: Estrada da fúria
Perdido em Marte
“O regresso”

Categoria técnica? Sem concorrer com Star Wars? “Mad Max” tem chances reais!

 

Melhor fotografia
Carol
“Os oito odiados”
Mad Max: Estrada da fúria
“O regresso”
“Sicario”

Talvez fosse mais justo um Oscar para Roger Deakins, de “Sicario”. Não vi o filme, mas o diretor de fotografia do longa já teve 13 indicações e nunca ganhou nada. Edward Lachman, de “Carol”, nunca ganhou, mas não chega perto de Deakins. John Seale (Mad Max), Emmanuel Lubezki (O Regresso), e Robert Richardson (Os 8 Odiados) já possuem ao menos uma estatueta.

 

Melhor figurino
Carol
“Cinderela”
“A garota dinamarquesa”
Mad Max: Estrada da fúria
“O regresso”

Melhores efeitos visuais
Ex Machina
Mad Max: Estrada da fúria
Perdido em Marte
“O regresso”
Star Wars: O despertar da força

Melhor montagem
“A grande aposta”
Mad Max: Estrada da fúria
“O regresso”
Spotlight: Segredos revelados
Star Wars: O despertar da força

Pode ser que vá para Spotlight, mas Mad Max merece infinitamente mais.

 

Melhor atriz coadjuvante
Jennifer Jason Leigh (“Os 8 odiados”)
Rooney Mara (“Carol“)
Rachel McAdams (“Spotlight: Segredos revelados“)
Alicia Vikander (“A garota dinamarquesa”)
Kate Winslet (“Steve Jobs”)

A condenada à morte de “Os 8 Odiados” bem que merecia, mas é possível que este vá para Rooney Mara.

 

Melhor ator coadjuvante
Christian Bale (“A grande aposta”)
Tom Hardy (“O regresso”)
Mark Ruffalo (“Spotlight: Segredos revelados“)
Mark Rylance (“Ponte dos Espiões“)
Sylvester Stallone (“Creed“)

Todos os caminhos indicam Mark Rylance. É difícil que outro ganhe. Mas é claro que Tom Hardy pode vir a abocanhar o prêmio. Em um momento de paixão, a Academia pode dar uma de louca e mandar bala no subestimado Stallone.

 

Melhor edição de som
Mad Max: Estrada da fúria
Perdido em Marte
“O regresso”
“Sicario”
Star Wars: O despertar da força

Melhor mixagem de som
Ponte dos espiões
Mad Max: Estrada da fúria
Perdido em Marte
“O regresso”
Star Wars: O despertar da força

Melhor curta de animação
“Bear Story”
“Prologue”
“Sanjay’s Super Team”
“We can’t live without Cosmos”
“World of tomorrow”

Melhor curta de live action
“Ave Maria”
“Day one”
“Everything will be okay (Alles Wird Gut)”
“Shok”
“Stutterer”

Melhor cabelo e maquiagem
Mad Max: Estrada da fúria
“The 100-year-old man who climbed out the window and disappeared”
“O regresso”

Melhor documentário
“Amy”
“Cartel Land”
“The look of silence”
“What happened, Miss Simone?”
“Winter on fire: Ukraine’s Fight for Freedom”

Devido às críticas positivas e à repercussão, “Amy” deve levar este. Mas vale destacar que a Netflix, empresa amada por 11 em cada 10 cinéfilos, está com dois filmes indicados: “Winter on Fire” e “What Happened, Miss Simone?”. Palmas!

 

Melhor documentário de curta-metragem
“Body team 12”
“Chau, beyond the lines”
“Claude Lanzmann: Spectres of the Shoah”
“A Girl in the River: The Price of forgiveness”
“Last day of freedom”

Melhor canção original
“Earned it”, The Weeknd (“Cinquenta Tons de Cinza“)
“Manta Ray”, J. Ralph & Antony (“Racing extinction”)
“Simple song #3”, Sumi Jo e Viktoria Mullova (“Youth”)
“Writing’s on the wall”, Sam Smith (“007 contra Spectre“)
“Til it happens to you”, Lady Gaga (“The hunting ground”)

De fato, indicação de canção nunca se pautou na qualidade do filme. Considerando isso, faltou colocar a canção de “Velozes e Furiosos 7” como indicada. A vitória provavelmente irá pra a de “007 contra Spectre”.

Sair da versão mobile