Ícone do site Cinem(ação): filmes, podcasts, críticas e tudo sobre cinema

George Miller conta como quase dirigiu “Justice League: Mortal”

Anos atrás, por volta de 2007/2008, o cineasta australiano George Miller e a Warner Bros. estavam prontos para filmar “Justice League: Mortal”, mas o projeto morreu por uma série de motivos. “Mad Max: A Estrada da Fúria, seu mais novo projeto, estreia amanhã (14) no Brasil. Em entrevista exclusiva ao jornal “The Australian”, Miller revelou algo curioso: não ter filmado a Liga da Justiça é o maior arrependimento de sua carreira cinematográfica.

“Possuo arrependimentos em termos de não ter conseguido fazer na Austrália, minha terra, o que fizeram com as trilogias de Tolkien na Nova Zelândia. Não estou dizendo que conseguiríamos fazer no meu país o que Peter Jackson fez no seu, mas valeria o esforço. Este é meu maior arrependimento”.

A produção de Justice League: Mortal começou na Austrália em 2007 e seria lançado em 2008 no mundo todo. O elenco era formado por: Armie Hammer (Batman), D.J. Cotrona, o Seth Gecko no seriado “Um Drink no Inferno” da Netflix seria interpretaria Superman, a atriz e modelo Megan Gale interpretaria a Mulher-Maravilha, Gale trabalhará com Miller em “Mad Max: Estrada da Fúria” no papel de Valquíria.

O elenco ainda tinha o super nerd Adam Brody, eterno Seth de “The O. C. no papel do Flash, Common (Lanterna Verde), Hugh Keays-Byrne (Caçador de Marte), Santiago Cabrera (Aquaman), a australiana Teresa Palmer seria Talia Al Ghul, Zoe Kazan (Iris Allen) e Jay Baruchel como o vilão Maxwell Lord.

Veja a foto do diretor com o elenco na Austrália:

O filme teve vários problemas entre 2007 e 2008 quando houve a greve dos roteiristas de Hollywood, além de problemas de financimaneto com a própria Warner Bros. Anos mais tarde, o site Superhero Movies News vazou o roteiro completo do filme. O filme seria baseado no arco dos quadrinhos “Torre de Babel” e traria Maxwel Lord e um exército de robôs OMAC’s contra os membros da Liga da Justiça.

A partir de 2017, a Liga da Justiça terá pelo menos dois filmes, ambos dirigidos por Zack Snyder. Eles fazem parte do recém iniciado Universo DC Cinemático, que começou a ser formar em 2013 com a estreia de “O Homem de Aço“, também dirigido por Snyder.

Sair da versão mobile