Ícone do site Cinem(ação): filmes, podcasts, críticas e tudo sobre cinema

Coisas que você precisa saber sobre “Casa Grande”

Já chegou ao circuito comercial o filme “Casa Grande“, de Fellipe Gamarano Barbosa. Elogiado por 11 a cada 10 críticos, o filme conta a história de Jean, adolescente que vive as descobertas da adolescência ao mesmo tempo em que vive a decadência financeira da sua família, inicialmente rica.

O filme é elogiado, especialmente, pelas questões políticas que suscita e pela maneira como expõe o Brasil e a situação na qual o país se encontra. O próprio título faz referência clara ao livro “Casa Grande e Senzala”, um dos clássicos para se entender o nosso país.

Confira abaixo algumas informações que são primordiais para ver “Casa Grande”:

– O roteiro, do próprio Fellipe Gamarano Barbosa, tem muito de autobiográfico, mas também teve outras influências. Na vida real, por exemplo, Fellipe não teve o romance mostrado no livro. Mas a perda de dinheiro realmente ocorreu na família dele.

– Conscientemente, o diretor não quis refletir o Brasil e os acontecimentos políticos mais recentes. Ou sequer debater a aproximação das classes sociais que ocorre hoje. Mas é claro que isso foi uma consequência.

– Produzido pela Migdal Filmes, produtora responsável por “Minha Mãe é Uma Peça” e “Irmã Dulce”, o filme também marca um amadurecimento temático e na distribuição dos filmes da empresa. É um lançamento pequeno, mas que também dialoga com o grande público.

– O longa está sendo muito comparado a “O Som ao Redor”. Não porque seja parecido na forma, mas porque a temática é semelhante: ambos questionam a “classe média” e remetem ao passado para compreender o presente da nossa sociedade.

 

Sair da versão mobile