Cinem(ação): filmes, podcasts, críticas e tudo sobre cinema

5 Trilhas Sonoras Para Esquecer o Carnaval

Meus bons e velhos amigos da Globo do Cinem(ação), adivinha quem voltou? Não! ainda não foi Jesus Cristo… Sim! foi eu {Aplausos, gritaria e alvoroço}.

Pois é, depois de passar uma temporada trabalhando na Europa (mentira, estava em casa com o PC quebrado) e ter recebido milhares de emails e cartas de nossos leitores pedindo para voltar, cá estou eu aqui de novo, abrilhantando suas vidas com opiniões e sugestões tão duvidosas quanto promessas eleitorais. Mas não vamos mais nos prolongar, voltaremos ao que interessa…

Que festa maravilhosa é o carnaval: cinco dias de farras e mais farras, ninguém é de ninguém, se conhece pessoas do mundo inteiro, se bebe ate perder a consciência o dinheiro e a dignidade, se dança as danças mais ridículas que a humanidade já inventou e todos acham o máximo, toda merda que você faz se justifica com um “ah! mas era carnaval” e conhecemos as músicas chicletes (aquelas que grudam em sua mente e só saem com um exorcismo) mais poderosas que a galáxia já ouviu falar. Mediante tal enxurrada de perolas carnavalescas como “A Muriçoca soca soca”, “Na Pop 100 Ela empina o Bumbum” e “Parara Tibum (que acabou com minha infância)”, convidamos vocês a fazerem uma limpeza auditiva e esquecer essas “obras de artes carnavalescas” com cinco músicas de filmes inesquecíveis… ou não. Lets go:

 

1 – Society – Na Natureza Selvagem.

Se você é uma daquelas pessoas que ficam #Revoltadas com a festa da carne, que não suporta essa cultura da ostentação e que publica textos enormes no Facebook e xinga muito no Twitter fazendo citações honrosas a Raquel Sherazade, então deve escutar a trilha desse filme, que eu considero um dos melhores de todos os tempos. A música foi composta e escrita por nada mais nada menos que Eddie Vedder, vocalista da banda Pearl Jam (caso você não conheça, pare de ler esse texto agora e vá pedir perdão a Deus por isso). Ele assina toda a trilha sonora do filme que é só mais um dos pontos altos do filme. “Society” faz uma crítica velada a essa sociedade que sempre deseja ter tudo e não sabe o que faz quando conquista. Não escutem só a trilha, mas vejam o filme também, garanto que mudará seu jeito de ver a vida.

 

2 – Never Had – 10 Anos de Pura Amizade

A maioria das turmas que se formam comemoram os 10 anos de formatura com reuniões regradas a álcool, boas histórias e momentos épicos de vergonha alheia. Esse filme é mais ou menos sobre isso: uma turma que resolveu se reunir num hotel e comemorar 10 anos da formatura e de amizade. A música acima é composta por um dos antigos alunos que agora é um famoso cantor, mas mesmo assim não esqueceu seu amor dos tempos de escola e fez essa canção para ela. Depois de ter pegado todo mundo no carnaval e ter batido aquela saudade de amores passados, nada melhor como relembrar bons momentos junto de pessoas agradáveis. (Não! não venha me culpar caso mande algum SMS para seu Ex). Pena que poucas pessoas conhecem o filme, uma divertida e despretensiosa comédia estrelada por gente como Channing Tatum, Rosario Dawson, Chris Patt, Oscar Isaac, Just Long e Kate Mara.

 

3 – The Moon Song – Ela

Já essa canção entrou na lista por ter sido algo meio que pessoal. Na quinta-feira antes do Carnaval eu assisti o filme “Ela” e fiquei encantado com a música e com a história de amor entre um solitário escritor (Joaquim Phoenix) e a voz de seu novo sistema operacional (Scarlett Johoansson). Fiquei pensando como num mundo feito cada vez mais para vivermos sozinhos como nos apegamos fácil a coisas inumanas e nos distanciamos das pessoas. Acabei pensando como seria me apaixonar por uma voz do meu celular e ri com a situação. Na sexta chegou o carnaval e me joguei na farra, até que na segunda roubaram, justamente, meu telefone e me deixaram solitário nesse mundo. Depois do baque eu ri imaginando que se eu tivesse na mesma situação do protagonista do filme, não tinham roubado só o meu celular, mas minha namorada também. Fora isso a música é linda e a voz de  Scarlett Johoansson deixa até o mais gelado coração apaixonado.

 

4 – How Long Will I Love You  – Questão de Tempo

Quem nunca fez uma merda (ou umas merdas) no Carnaval? Que para os amigos você conta que foi uma aventura e que não se importa, mas que la no fundo se você pudesse voltar atrás faria tudo diferente? É justamente isso que o filme “Questão de Tempo” propõe: os homens de uma família tem o poder de voltar no tempo. Para isso precisa apenas ir para um local escuro, fechar os olhos, apertar as mãos e pensar no exato momento que quer reviver. Uma solução para problemas de muita gente que acaba bebendo demais e fazendo besteira. O filme tem uma excelente trilha sonora e tem tudo para se torna Cult (assim como “Um Amor Para Recordar” se tornou). Basta apenas descobri-lo.

 

5 – Tiny Dancer – Quase Famosos

Essa música, esse filme, essa cena é muito especial. Chega a manhã de quarta-feira de Carnaval, você acorda sem saber onde é que está. A pior ressaca que já esteve presente em sua vida, não tem mais água na casa, suas pernas só servem para causar dor, quando começa a lembrar das loucuras feitas na festa a vontade que tem é de voltar a dormir, mas tem que ir embora. Quando abre a carteira não tem um centavo, para voltar para casa só se for de carona e os únicos pensamentos que lhe restam são sua cama e a comida de sua mãe. É aí que entra a canção do filme “Quase Famosos“, depois de uma(s) noite(s) de farra(s) é chegada a hora de voltar para casa, relembrando tudo que você passou com aquelas estranhas pessoas que acabaste de conhecer mas já conheces tão bem. O sentimento de alívio e de saudade se mistura e você não sabe para onde levar suma mente e seu coração. O melhor conselho é ligar o som, colocar Sor Elton John cantando “Tiny Dancer” e fechar os olhos para lembrar tudo de bom que aconteceu. A cena do filme que passa a música é uma das cenas mais singelas, bonitas e inesquecíveis de todos os tempos. Amolece o coração de ferro de muita gente.

 

MENÇÃO HONROSA

Lisbela – Lisbela e o Prisioneiro

Para não falar que somos muito americanizados, está aí uma das melhores trilhas sonoras de um filme nacional. Fica a dica, pois quem é que não quer arrumar sua Lisbela nos Carnavais da vida.

Então é isso. Curtam, compartilhem e comentem!

Sair da versão mobile