Ícone do site Cinem(ação): filmes, podcasts, críticas e tudo sobre cinema

MI 5 – Fã é preso injustamente por intolerância religiosa de polícia marroquina

MI 5 ou Missão Impossível 5 está sendo filmada em Casablanca a maior cidade do Marrocos, cidade mundialmente conhecida pelo filme homônimo  e trará o ator Tom Cruise novamente no papel do agente Ethan Hunt. Porém foi noticiado um fato que demonstra a  injustiça e preconceito da própria polícia local.

De acordo com um site marroquino, um jovem foi até o ator americano e o presenteou com um  Alcorão(ou apenas Corão), o livro sagrado da religião islâmica, o livro estava traduzido para o inglês, o que comprova que realmente o presente era direcionado ao ator (ou alguém com conhecimento na língua inglesa) e apenas por essa atitude a polícia que cuida da segurança e bem estar dos turistas no país detiveram o jovem e o mantiveram em interrogatório por 5 horas, uma atitude arbitrária e baseada em intolerância religiosa.

No livro sagrado do Islã ainda tinha uma carta escrita pelo jovem com os dizeres: “Nesse livro sagrado encontrarás respostas a todas as perguntas de ordem científica que faça, e te dará força espiritual e uma fé profunda”.

A notícia é interessante pois Tom Cruise é adepto da cientologia, uma religião tida por muitos estudiosos de teologia (o estudo da religião) como sendo uma crença controversa. O ator esteve presente na inauguração de um templo dedicado a religião no dia 17/11/2013 na cidade de Clearwater no estado da Florida.

A cientologia seguida por Cruise, John Travolta e outros artistas faz uma perseguição ferrenha contra os fundamentos da psicologia, psiquiatria e sem ter um grande entendimento da história mundial trata os grandes pensadores como Freud e Jung como nazistas (porém Freud era judeu e foi obrigado a fugir da Áustria por causa do nazismo).

Sabendo disso, as palavras do jovem marroquino parecem querer de certa forma ajudar o ator a encontrar respostas espirituais. Um excelente exemplo de tentativa de diálogo  e mútua busca por explicações das questões presentes em todas as religiões em uma época em que essas diferenças são resolvidas com balas, bombas e preconceito.

 

 

Sair da versão mobile