Ícone do site Cinem(ação): filmes, podcasts, críticas e tudo sobre cinema

Foi-se um líder, fica o legado. Mandela: A Long Walk To Freedom

Existem algumas personalidades que você olha e fala: “Cara, ele é tão familiar, tão próximo, que seria facilmente meu amigo!”. Acho que este era o caso de Nelson Mandela.

O “líder rebelde” africano nos deixou aos 95 anos em Pretória, nesta quinta-feira (5), vítima de uma infecção pulmonar. Alias, a palavra “vítima” é uma que certamente não se encaixa com Mandela. Poderíamos dizer então que Mandela nos deixou, após uma batalha árdua contra uma infecção pulmonar que só terminou após ele, gentilmente e com seu sorriso, deixar que a doença cumprisse seu papel. Mais uma vez Mandela venceu!

Obviamente que você esta lendo, escutando, vendo na tv, muito sobre o ativista na luta pelo direito dos negros, então não vou me estender sobre quem é Mandela, e vou deixa-los com o trailer do filme “Mandela: A Long Walk To Freedom”, que terá Idris Elba (Círculo de Fogo) vivendo o personagem principal. O vídeo é embalado pela música “Ordinary Love”, composta pela banda U2 exclusivamente para o filme.

Veja o trailer, curta a música e de um salve a um dos caras mais fantásticos que já passou por esse planeta.

“Nosso grande medo não é o de que sejamos incapazes.
Nosso maior medo é que sejamos poderosos além da medida. É nossa luz, não nossa escuridão, que mais nos amedronta.
Nos perguntamos: “Quem sou eu para ser brilhante, atraente, talentoso e incrível?” Na verdade, quem é você para não ser tudo isso?…Bancar o pequeno não ajuda o mundo. Não há nada de brilhante em encolher-se para que as outras pessoas não se sintam inseguras em torno de você.
E à medida que deixamos nossa própria luz brilhar, inconscientemente damos às outras pessoas permissão para fazer o mesmo”.

(Discurso de posse, em 1994)
Nelson Mandela

http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=ffuEDsW-iZs

 

Sair da versão mobile