Ícone do site Cinem(ação): filmes, podcasts, críticas e tudo sobre cinema

Crítica: Vizinhos Imediatos de 3º Grau

Vizinhos-Imediatos-de-3-Grau-01Ben Stiller se juntou a Vince Vaughn, Jonah Hill e Richard Ayoade para protagonizar uma comédia chamada “Vizinhos Imediatos de 3º Grau”. O filme chegou aos cinemas em Setembro de 2012 pelas mãos do diretos Akiva Schaffer, conhecido em terras americanas por ter dirigido alguns curtas do Saturday Night Live.

Com uma credencial de humor, o Diretor recebeu um roteiro das mãos do comediante Seth Rogen para conduzir a comédia que mostra moradores de uma pequena cidade que se juntão para formar um esquadrão de proteção, isto porque querem proteger os cidadãos e descobrir quem foi o responsável pelo assassinato de  uma pessoa. Porém, quando começam a imergir no “mundo dos crimes” acabam descobrindo que existe uma série de extraterrestres no planeta que pretendem eliminar a raça humana.

Filme com um roteiro bastante diversificado que sai de um assassinato para um ataca alienígena. E já justamente esta a tonalidade do filme. Ele proporciona muitas mudanças ao decorrer de sua narrativa. Isto passa desde a história central, que nos guia durante todo o filme, como pelos personagens e suas características. Neste sentido, o filme é bastante desgastado, força-se muitas piadas e muitas reviravoltas desnecessariamente.

Além disso o filme buscou em seus atores o melhor de suas características, ou seja, Ben Stiller exibe seus exageros, problemas pessoas e românticos, além de seu alter ego possessivo e nervoso. Já Vince Vaughn é o personagem desinibido, brincalhão, desencanado com a vida, que tenta levar as coisas numa boa além de gostar de uma boa cerveja e uma mesa de sinuca. Jonah Hill é o adolescente criadão pela mãe, que tenta se auto-afirmar perante a sociedade e a si mesmo, gosta de estar por dentro dos acontecimentos e tentar ser descolado. Ou seja, “Vizinhos Imediatos de 3º Grau” fica dentro de uma “zona de conforto” para seus atores, e isto é bom no sentido de nos apresentar aqueles personagens como pessoas que já conhecemos ou que já vimos em outros filmes, mas é ruim no sentido de não nos surpreender. Desta forma, já esperamos as reações e revelações possíveis para cada um deles.

Em termos de fotografia, a cidade do filme me lembrou muito “O show de Truman”, com aqueles bairros certinhos, suas varandas e gramas verdes, etc… o chamado “sonho americano”. Por este lado é bastante interessante observar como vários filmes podem ser adaptados a cenários parecidos, porém não necessáriamente isto signifique que a qualidade da história será a mesma, certo?

Algumas revelações que o filme se propões a fazer ficam em um campo muito razo, muito fraco emocionalmente, isto é, acabam sendo revelações pequenas. Por exemplo quando descobrem onde é a “Base Alienígena” e como terão que entrar lá, algo muito comum, com tiros, correrias e final felizes.

“Vizinhos Imediatos de 3º Grau” para mim foi um filme bem regular, sem nenhum tipo de elemento que me fizesse rir muito ou que me faça lembrar por anos. Invasão alienígena, patrulha contra a violência, são temas que começam a ficar batidos no cinema, e se não tiverem uma história bastante autêntica certamente não ganharão espaço nas prateleiras dos fãs.

Confira o trailer de “Vizinhos Imediatos de 3º Grau”:

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=1zCXLjdN4EQ&w=640&h=360]

Nota: 2 Claquetes

 

 

Veja também:

Crítica: Liberal Arts

Crítica: Água para Elefantes

Crítica: Rambo 4

Crítica: Busca Implacável

Crítica: O Vingador do Futuro (2012)

Sair da versão mobile