Ícone do site Cinem(ação): filmes, podcasts, críticas e tudo sobre cinema

Conheça: “Chamada a Cobrar”, de Anna Muylaert

chamadaacobrar_posterO filme “Chamada a Cobrar”, novo longa-metragem de Anna Muylaert (Durval Discos) tem como mote da trama o disque-sequestro, e conta o drama vivido por uma senhora ao atender uma ligação ameaçadora.

Criando uma tensão crescente na história, “Chamada a Cobrar” explora até que ponto um cárcere consegue extorquir com uma simples ligação de celular uma pessoa que acredita ter sua filha sequestrada, algo que infelizmente ocorre com frequência no Brasil. Produzido pela Gullane e pela África Filmes, o filme é uma adaptação para o cinema do telefilme “Para aceitá-la continue na linha”, exibido em 2010 pela TV Cultura, e trata do abismo social que permite que um simples telefonema mude uma vida, em meio a um drama com tons de thriller psicológico, roadmovie e drama social.

 

Na trama, Clarinha (Bete Dorgam) pega seu carro e viaja de São Paulo até o Rio de Janeiro, aceitando todas as exigências do sequestrador de sua filha. A impossibilidade de falar com a filha aparentemente raptada, junto com as ameaças do criminoso, criam uma tensão inimaginável para uma mãe desinformada do “disque-sequestro”.

O filme estreia no dia 14 de junho.

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=Bs7HeM8dEMg]

Sair da versão mobile