41ª Mostra de São Paulo | Human Flow, O Rebanho e Equilíbrio
Mostra de SP

41ª Mostra de São Paulo | Human Flow, O Rebanho e Equilíbrio

Veja os comentários de três produções, com destaque para o filme de abertura da 41ª MostraHuman Flow – Não Existe Lar se Não Há Para Onde Ir, documentário que teve sua estreia mundial no último Festival de Veneza e aborda toda a questão da crise dos refugiados em de 32 países. Tivemos também o argentino O Rebanho, que mistura de forma interessante alguns gêneros para contar uma história de raiva adolescente que pode resultar numa tragédia maior. Com Bullying como um de seus temas centrais, a obra teve a infelicidade de estrear na mostra um dia após a tragédia de Goiânia de mesmo cunho. O diretor da obra, o argentino Sebastián Caulier, conversou comigo e você pode ler a entrevista no site Nervos, mas teremos um podcast aqui no Cinem(ação) onde qual falaremos mais sobre isso. Já o italiano Equilíbrio é uma obra triste que fala sobre a necessidade de equilíbrio no mundo, usando uma crise de fé de um padre para cimentar tais argumentos.  Nossa cobertura está sendo feito em parceria com o site  nervos.com.br, onde você pode ler os textos na íntegra e conferir outros conteúdos.

41ª Mostra de São Paulo | Três Anúncios Para Um Crime, Scary Mother e O Vento Sopra Onde Quer

Human Flow – Não Existe Lar se Não Há Para Onde Ir

Alemanha, 2017, cor, digital, 140 min. Documentário. Direção_ Ai Weiwei. Roteiro _ Chin-Chin Yap, Tim Finch, Boris Cheshirkov

“Human Flow”

Sensível, Human Flow – Não Existe Lar se Não Há Para Onde Ir é mais um trabalho extremamente humano e empático de Ai Weiwei, onde o diretor aborda a crise dos refugiados em mais de 30 países, e a dificuldade pela qual aquelas almas atormentadas passam. Focando-se em algumas histórias individuais, o diretor procura, mais do que informar, humanizar aquelas pessoas que são mais do que apenas números. Através destas histórias, Human Flow consegue ser tocante e incômodo, com uma narrativa cansativa mas necessária para que compreendamos o escopo deste terrível problema. Nota: 4 claquetes


SESSÕES:

ESPAÇO ITAÚ DE CINEMA – AUGUSTA SALA 1

28/10/17 – 17:15 – Sessão: 922 (Sábado)


Equilíbrio

Itália, 2017, cor, digital,  90 min. Ficção. Direção _Vincenzo Marra 

Mostra de SP

“Equilíbrio”

No italiano Equilíbrio, o italiano Vincenzo Marra utiliza a falta de fé do padre Giuseppe (Mimmo Borrelli) como ponto de partida para uma triste jornada de esclarecimento. A mensagem: é necessário, para algumas pessoas, o equilíbrio sistemático do bem e do mal, onde eles trabalham lado a lado para sustentar uma sociedade decadente que vira o rosto para atos condenáveis a fim de preservar uma estabilidade artificial. O diretor adota uma estética documental para atribuir veracidade a situação, onde toda e qualquer atitude de bondade do padre resulta em consequências ainda piores. Aos poucos, Giuseppe é corrompido por um mundo onde não há espaço para a bondade humana ou divina, e os relatos quase documentais de Vincenzo Marra resultam numa trama angustiante, de narrativa inteligente. Nota: 4 claquetes


SESSÕES:

ESPAÇO ITAÚ DE CINEMA – AUGUSTA ANEXO 4

29/10/17 – 19:30 – Sessão: 1056 (Domingo)

ESPAÇO ITAÚ DE CINEMA – FREI CANECA 4

30/10/17 – 13:30 – Sessão: 1162 (Segunda)


O Rebanho  

Argentina, 2017, cor, digital,  90 min. Ficção. Direção _ Sebastián Caulier

Mostra SP

“O Rebanho”

A adolescência é um período complicado de instabilidade emocional, sensação de inadequação social e revolta. Com isso em mente, o diretor Sebastián Caulier realiza em O Rebanho uma obra que faz paralelo entre a raiva característica desse período com casos mais sérios de violência. Sem sensacionalismo, o diretor explora a extrapolação dessas emoções, resultando em atos cada vez mais violentos provocados pelo protagonista, o estudante Esteban e uma nova e simbiótica amizade. O Rebanho se torna interessante em sua mistura de gêneros, mesclando coming of age com drama, romance e thriller. Tal mistura consegue ser orgânica, e O Rebanho ganha força ao explorar, mesmo que superficialmente em momentos, as raízes de uma violência inseridas desde cedo em nossa sociedade, normalizadas. Nota: 3 claquetes


SESSÕES:

ESPAÇO ITAÚ DE CINEMA – AUGUSTA ANEXO 4

28/10/17 – 14:00 – Sessão: 925 (Sábado)

ESPAÇO ITAÚ DE CINEMA – FREI CANECA 4

01/11/17 – 19:50 – Sessão: 1370 (Quarta)


Para Conferir a programação da 41ª mostra, entre no site:

http://41.mostra.org/br/home/ 

 

Gostou? Dê um like e passe adiante!

Leia também:

Apoie o Cinem(ação): contribua com a cultura cinematografica!

  • Críticas cinematográficas
  • Mais de 6 horas de conteúdo inédito por semana
  • Podcasts semanais
  • Grupo no Facebook exclusivo para apoiadores
  • Acompanhamento das nossas conquistas com seu apoio

Abra a porta do armário! Deixe seu comentário: