6 filmes para quem vai prestar vestibular!

6 filmes para quem vai prestar vestibular!

As desejadas férias estão chegando, mas quem vai prestar vestibular não tem muito descanso! Pensando nisso, preparei uma lista com 6 filmes para os vestibulandos assistirem nas horas vagas e, de quebra, aprenderam algo útil para as provas no final do ano! Vamos lá!

1.A Onda (Die Welle, 2008)

Dirigido por Dennis Gansel, “A Onda” é um filme alemão que pode gerar reflexões e trazer conteúdo e argumentação para as redações. Um professor de colégio, para explicar sobre a autocracia aos seus estudantes, decide criar um regime autocrata dentro da própria sala de aula. O professor torna-se a figura central de liderança do regime. Entretanto, a experiência sai completamente do controle. O filme é extremamente envolvente e possibilita diversas discussões, desde diferentes políticas governamentais e métodos educacionais até o comportamento humano coletivo.

 

2.Adeus, Lênin! (Good Bye, Lenin!, 2003)

Sugiro mais um filme alemão para as férias! Em “Adeus, Lênin!” o principal tema abordado é a Guerra Fria, a queda do muro de Berlim e a reunificação das Alemanhas (Ocidental e Oriental). Alexander é um jovem que vivia na Alemanha Oriental e protestava contra o socialismo durante a Guerra Fria. Entretanto, sua mãe defendia o socialismo e os soviéticos, e, ao vê-lo lutando contra tal regime, sofre um ataque cardíaco e permanece em coma durante meses. Porém, com a queda do muro de Berlim em 1989, as duas Alemanhas se reunificam e o capitalismo domina o país. Quando sua mãe acorda do coma, Alexander fica com medo de contar a verdade para ela e finge que a Alemanha ainda está dividida, mesmo sendo difícil esconder os fatos. É muito interessante notar no filme os contrastes do socialismo e do capitalismo.

 

3. O Lobo de Wall Street (The Wolf of Wall Street, 2013)

Embora não seja um filme propriamente histórico, “O Lobo de Wall Street” ajuda a entender um pouco melhor como funciona o mercado financeiro. Leonardo DiCaprio interpreta um corretor de ações de uma empresa em Manhattan, na rua Wall Street. No seu primeiro dia de trabalho, a empresa quebra (na segunda-feira negra, que ocorreu em 1987), e a história começa a desenrolar. O filme foi dirigido por Martin Scorsese e também conta com as atuações brilhantes de Jonah Hill e Matthew McConaughey. Para quem se interessar pelo tema, também sugiro o filme “A Grande Aposta” (The Big Short) lançado em 2016 e indicado ao Oscar. Ele é um pouco complicado de entender, pois são utilizados muitos termos específicos. Entretanto, o filme é bastante didático para quem já tem uma pequena noção do assunto, e trata da crise de 2008.

 

4. O Menino do Pijama Listrado (The Boy in the Striped Pyjamas, 2008)

A história se passa na Alemanha, durante a Segunda Guerra Mundial. Dois meninos, que não entendem o que está acontecendo no país, desenvolvem uma amizade bonita e sincera. Apenas uma grade os separa: a grade do campo de concentração. É um drama extremamente comovente e triste, e traz reflexões sobre o nazismo e a realidade dos que viviam naquela época. A leitura do livro também vale a pena.

 

5. Cortina de Fumaça (2010)

“Cortina de Fumaça” não é um filme, é um documentário brasileiro dirigido por Rodrigo Mac Niven. Acho válido colocá-lo na lista pelo debate construtivo que pode gerar. De maneira bastante direta, ele discute a política de drogas no Brasil, comparando-a com a de outros países e dando foco para a legalização da maconha. Diversos estudiosos, cientistas e políticos deixam claros os seus pontos de vista, defendendo a legalização da maconha e argumentando em relação a isso. É um documentário muito interessante e pode dar base e idéias para argumentos dentro de uma redação ou questão dissertativa. O documentário está disponível no YouTube!

 

6. O Jogo da Imitação (The Imitation Game, 2014)

O filme conta a história de Alan Turing (interpretado por Benedict Cumberbatch), que trabalho para os britânicos durante a Segunda Guerra Mundial, decifrando mensagens dos nazistas. Turing teve um trabalho importante na ciência da computação, sendo conhecido como o pai da computação. Na época, ele foi condenado por sua homossexualidade. “O Jogo da Imitiação” foi indicado ao Oscar e levou a estatueta de Melhor Roteiro Adaptado. O longa deixa exposto diversos tópicos para discussão, desde a guerra até questões sociais.

Gostou? Dê um like e passe adiante!

Leia também:

Apoie o Cinem(ação): contribua com a cultura cinematografica!

  • Críticas cinematográficas
  • Mais de 6 horas de conteúdo inédito por semana
  • Podcasts semanais
  • Grupo no Facebook exclusivo para apoiadores
  • Acompanhamento das nossas conquistas com seu apoio

Abra a porta do armário! Deixe seu comentário: