Podcast Cinem(ação) #210: Estupro e Abuso no Cinema

Podcast Cinem(ação) #210: Estupro e Abuso no Cinema

O cinema é um microcosmos do mundo, e não à toa,  casos de estupro e abuso permeiam o mercado, chegou a hora do Cinem(ação) debater o assunto.

Recentemente, voltou à tona o caso de uma cena de sexo no filme “Último Tango em Paris”, de Bernardo Bertolucci. O diretor já havia declarado que a gravação não foi consensual com a atriz Maria Schneider, e a atriz já tinha declarado que se sentiu “um pouco estuprada” por Marlon Brando. Junto com o caso, vêm à tona diversos temas e casos: atores e diretores dos mais variados são acusados e até condenados por estupro e abuso, e continuam a fazer filmes impunemente. E pior que isso: muitos parecem passar a mão na cabeça deles. Johnny Depp, Charlie Sheen, Woody Allen e Roman Polanski são apenas alguns dos casos de homens envolvidos nesse tipo de caso. E assim, Hollywood se torna um microcosmo da nossa sociedade, machista e misógina.

Rafael Arinelli e Daniel Cury conversam com Camila Cerdeira, do Preta, Nerd & Burning Hell; e Lara Vascouto, do Nó de Oito, sobre o que pode ser feito e como devemos agir em relação a estes filmes: devemos boicotar esses artistas? Devemos parar de ver filmes de um determinado diretor? E de que forma devemos analisar os acontecimentos dentro de um filme ou no campo extra-filme para debater esse importante tema? No fim, é claro que também falamos muita coisa sobre feminismo e questões relacionadas à representatividade, além de abordar temas densos e complexos que precisam vir à tona. Confira um podcast sobre estupro e abuso, e comente o que acha do tema!

Download | iTunes | Feed

> 06m15: Repercussão

> 22m16: Pauta Principal

> 1h40m38: Encerramento & Erros de Gravação

Links do Podcast Cinem(ação):

Críticas, elogios, sugestões para contato@cinemacao.com ou no facebook.com/cinemacao ou ainda pelo twitter.com/cinemacao

Este Podcast foi editado por: !SSOaí Design Estratégico

Gostou? Dê um like e passe adiante!

Leia também:

Apoie o Cinem(ação): contribua com a cultura cinematografica!

  • Críticas cinematográficas
  • Mais de 6 horas de conteúdo inédito por semana
  • Podcasts semanais
  • Grupo no Facebook exclusivo para apoiadores
  • Acompanhamento das nossas conquistas com seu apoio

Abra a porta do armário! Deixe seu comentário:

  • Alexandre De Chiara

    Caros, sou advogado trabalhista mas sempre tive um pezinho nas artes, tanto que faço crítica de cinema num site e também sou Co Host de um podcast. Gostaria de parabenizar desde já a atitude de vocês de trazer essa discussão à tona e ainda dar voz a quem precisa: as mulheres. O meio cinematográfico, assim como o meio nerd e Geek é recheado de machismo e de comportamentos naturalizados, como bem mostra o recente caso do Vin Diesel. A história premia os preparados, e os ouvintes foram premiados por vocês quando puderam enfrentar o assunto com os argumentos que a discussão de vocês promoveu. Agora mudando um pouco de pato pra ganso, gostaria de dizer que me baseio muito na forma de aproximação de vocês para poder comentar e criticar cinema, algo que faço com muito gosto. os podcasts de vocês tem sido uma constante que me acompanha entre uma petição e outra. Deixando a rasgação de seda de lado, gostaria de saber: quais autores, canais, podcasts gringos ou espíritos do além vocês indicam para quem quer se aprofundar mais na arte da crítica de cinema? Um abraço e continuem com o excelente trabalho, prometo que viro patrão assim que der!

    • Rafael Arinelli

      Olá @alexandre_de_chiara:disqus ! Tudo bem? Que legal seu comentário! Vamos lê-lo no próximo podcast, que só sairá em 2017, mas não vamos esquecer!

      Sobre sua dúvida sobre conteúdo, nós estamos preparando um material exclusivo para pessoas como você se aproximarem mais desse mundo de crítica, mas para adiantar alguma coisa para você, vou te sugerir um papo que tivemos com o Gabriel Gaspar sobre o crítico de cinema: http://cinemacao.com/2015/04/17/podcast-cinemacao-130-criticando-a-critica/

      Lá citamos algumas dessas questões que levantou.

      Veja se te da um norte, ok? Caso contrário, mande mais comentários e vamos nos falando.

      Forte abraço Alexandre!