Crítica: Gabriel o Pensador: Derrubando muros, Expandindo horizontes (2016)

Crítica: Gabriel o Pensador: Derrubando muros, Expandindo horizontes (2016)

Gabriel o Pensador: Derrubando muros, Expandindo horizontes é a primeira experiência do Spotify com um documentário brasileiro.

Ficha Técnica: 
Direção: João Wainer
Entrevistados: Gabriel o Pensador, Mc Guimê, Jovem Cerebral, Marco Aurélio Canonico, Guiliana Vallone

Sinopse: relação da obra do Gabriel o Pensador com os momentos sociais e políticos do Brasil.

gabriel-o-pensador-derrubando

Possivelmente você conhece o Spotify. A empresa que fornece via streaming diversas opções de músicas e vem se popularizando cada dia mais. Agora o Spotify está iniciando uma empreitada de uma série documental com o intuito de mostrar como a música dialoga com os outros aspectos das nossas vidas.

O escolhido para dar início ao projeto foi o rapper Gabriel o Pensador. O popular cantor faz críticas a vários seguimentos da sociedade, principalmente relatando as injustiças e preconceitos. Além disso, o documentário focou-se no aspecto político das letras do cantor, vide a abertura do filme onde é mostrado o movimento “Fora, Collor”.

Essa vertente do Gabriel pode sentida desde a infância do artista. Mesmo morador de uma região de classe média alta ele transitava entre os garotos mais pobres e surfava com eles. Isso o influenciou, como ele mesmo diz, a ter uma cabeça mais aberta.

gabriel-o-pensador-derrubando

Além dos depoimentos de do Pensador e amigos, dois jornalistas da Folha de São Paulo, Marco Aurélio Canonico, Guiliana Vallone, contextualizam o momento e fazem o meio de campo entre as letras e a situação brasileira, notadamente a carioca. Ambos acrescentam bastante ao documentário sendo responsáveis pelas melhores partes do curta.

A estrutura apresentada nos leva em uma crescente partindo da já citada infância, passando por um retrato de uma classe muito presente nos anos 90 carioca – os Playboys – e culmina na parte mais política. O tom que termina o curta é ressaltando a importância das músicas “Até Quando” e “Chega” utilizadas nas recentes manifestações.

Destaca-se a importância do rapper para o questionamento da época dele. Compara-o com Geraldo Vandré, Chico Buarque e Legião Urbana. Com uma diferença fundamental: como Gabriel surgiu em um momento pós-ditadura, ele pode usar de palavrões e ser mais explícito nas críticas.

Bem editado e com um recorte claro Gabriel o Pensador: Derrubando muros, Expandindo horizontes foi um belo pontapé inicial para essa parceria entre Spotify e a produção cinematográfica.

Caso você se interesse pelo combo música e cinema no Cinem(ação) tem a coluna Cinema(song) e para entender um aspecto recente da nossa política o, também documentário, #Era dos Gigantes pode sanar essa lacuna. E para a galera que curte Hip Hop tem o indicado ao Oscar Straight Outta Compton: A História do N.W.A.

Como material adicional o Spotify fez uma playlist para aqueles que queiram ser embalados pelas canções do pensador. Clique aqui para ouvir. E é possível assistir Gabriel o Pensador: Derrubando muros, Expandindo horizontes, na íntegra e de graça, o curta está no Youtube no canal do Spotify:

Gostou? Dê um like e passe adiante!

Leia também:

Apoie o Cinem(ação): contribua com a cultura cinematografica!

  • Críticas cinematográficas
  • Mais de 6 horas de conteúdo inédito por semana
  • Podcasts semanais
  • Grupo no Facebook exclusivo para apoiadores
  • Acompanhamento das nossas conquistas com seu apoio

Abra a porta do armário! Deixe seu comentário:

Os comentários estão fechados.