“The General” – (1926)

“The General” – (1926)

O escritor ao fazer eco de sua escrita traz silêncio ao seu leitor. O mesmo se dá no filme mudo, porém de forma contrária, isto é, o silencioso enredo acompanhado de uma trilha sonora a qual acompanha detalhadamente os movimentos, ações e falas mudas dos personagens, faz com que não precisemos realmente de falas para entendermos o que se passa, só informações a respeito das situações.

Johnnie Gray (Buster Keaton) é um engenheiro de trens. As duas de suas maiores paixões, como até no filme é descrito, são: o trem, no qual é maquinista, e Annabelle. A narrativa se passa durante a guerra civil norte americana e conta sobre um roubo da locomotiva que Johnnie era responsável, a saga então, começa em torno tanto do início da guerra quanto da busca desse personagem por uma de suas paixões. O fracasso de não conseguir se alistar para a guerra como soldado, faz com que Annabelle o trate mal e o desrespeite por não estar usando o uniforme militar durante esse momento turbulento e importante de guerra no qual o país estava inserido. Um dos motivos pelo qual ele não é aceito é por simplesmente ser um maquinista, e sua posição seria importante para a manutenção da rota em que trabalhava.

The General

Quando descobre que o trem, chamado de The General, fora roubado, Johnnie voa correndo pelos trilhos atrás da locomotiva, faz de tudo para conseguir segui-la e não ficar muito distante ao ponto de à perder de vista. A caçada incessante se intensifica cada vez mais, e o exército de um homem só consegue deixar os ladrões com medo desse oponente sem nome e desconhecido.

A diagramação das cenas e o modo como é conduzida essa caça é além de engraçada e bem humorada, também, muito criativa. O tempo da música pisca junto com seus olhos, os movimentos de seu corpo são conduzidos de forma simétrica com as notas sinfônicas da orquestra que sonoriza os diálogos sem som. Certamente vale a pena conferir e acompanhar a busca de Johnnie por The General, a qual presenteia quem a testemunha, com uma paisagem rural e antiga, com uma fotografia simples, contudo bela e verdadeira.

Gostou? Dê um like e passe adiante!

Leia também:

Apoie o Cinem(ação): contribua com a cultura cinematografica!

  • Críticas cinematográficas
  • Mais de 6 horas de conteúdo inédito por semana
  • Podcasts semanais
  • Grupo no Facebook exclusivo para apoiadores
  • Acompanhamento das nossas conquistas com seu apoio

Abra a porta do armário! Deixe seu comentário: