Home Críticas 3 Claquetes Crítica: Sideways – Entre Umas e Outras

Miles Raymond é um homem depressivo, que sonha ser um escritor, apaixonado por vinhos e que decide tirar uma semana de folga e presentear seu amigo Jack em uma viagem de despedida de solteiro através de uma viagem pelas vinículas do Vale de Santa Inez, na California. Juntos, os dois começam a se envolver com duas mulheres que oferecem interesses em comum assim como uma pitada de confusão.

Sideways” é um filme de 2004 que deu notoriedade ao diretor Alexander Payne, que fez recentemente o excelente Os Descendentes.

O filme é muito feliz em seu roteiro, e mostra de forma muito sentimental a depressão de Miles, um talento que o diretor repetiu em Os Descendentes. Além disso, “Sideways” trata de forma quase romântica a paixão que os personagens tem por vinhos, com informações bastante interessantes e quase documentais, o filme passa as informações de forma bem próxima e simples. Os diálogos também são bastante felizes, tem uma proximidade muito feliz com o espectador.

Nesta comédia-dramática, vemos Paul Giamatti, Thomas Haden Church, Virginia Madsen e Sandra Oh nos mostrarem cenários lindos no interior dos EUA, paisagem muitas vezes conflitante com a situação dos personagens, o que torna a relação deles ainda mais interessante. Giamatti por sinal é talentosíssimo, e tem uma característica muito boa para um ator, ele é identificado com o personagem.

Sideways” teve um orçamento baixo para os padrões Hollywoodianos, cerca de US$ 18 milhões, mas é um filme que nos conquista pela história.

Confira o trailer de “Sideways”:

Nota: 3 Claquetes

CIN(ESTREIA)

0 140

Dentre as principais estreias desta quinta-feira, estão dois filmes que devem invadir os cinemas de todo o país: a comédia musical "Mesmo se Nada...
Follow

Get every new post delivered to your Inbox

Join other followers: