Home Críticas 3 Claquetes Crítica: Sideways – Entre Umas e Outras

Miles Raymond é um homem depressivo, que sonha ser um escritor, apaixonado por vinhos e que decide tirar uma semana de folga e presentear seu amigo Jack em uma viagem de despedida de solteiro através de uma viagem pelas vinículas do Vale de Santa Inez, na California. Juntos, os dois começam a se envolver com duas mulheres que oferecem interesses em comum assim como uma pitada de confusão.

Sideways” é um filme de 2004 que deu notoriedade ao diretor Alexander Payne, que fez recentemente o excelente Os Descendentes.

O filme é muito feliz em seu roteiro, e mostra de forma muito sentimental a depressão de Miles, um talento que o diretor repetiu em Os Descendentes. Além disso, “Sideways” trata de forma quase romântica a paixão que os personagens tem por vinhos, com informações bastante interessantes e quase documentais, o filme passa as informações de forma bem próxima e simples. Os diálogos também são bastante felizes, tem uma proximidade muito feliz com o espectador.

Nesta comédia-dramática, vemos Paul Giamatti, Thomas Haden Church, Virginia Madsen e Sandra Oh nos mostrarem cenários lindos no interior dos EUA, paisagem muitas vezes conflitante com a situação dos personagens, o que torna a relação deles ainda mais interessante. Giamatti por sinal é talentosíssimo, e tem uma característica muito boa para um ator, ele é identificado com o personagem.

Sideways” teve um orçamento baixo para os padrões Hollywoodianos, cerca de US$ 18 milhões, mas é um filme que nos conquista pela história.

Confira o trailer de “Sideways”:

Nota: 3 Claquetes

Comments

comments

CIN(ESTREIA)

0 112

Quem acha que após o período de férias de verão (no hemisfério norte) termina junto com as boas estreias, está muito enganado! Confira os...
Follow

Get every new post delivered to your Inbox

Join other followers: