Home Críticas 3 Claquetes Crítica: Redenção

Conhecem o provérbio chinês que diz: “Antes de iniciares a tarefa de mudar o mundo, dá três voltas na tua própria casa” – é exatamente isso que Sam Childers faz. Um ex-motoqueiro, viciado e detento, que um dia resolve mudar de vida com o apoio de sua mulher e filha. Sam começa ajudando a si e a sua família, para depois mudar o mundo. Sem medo de trabalhar e mudar, Childers é uma pessoa determinada que resolve mergulhar na vida das crianças do Sudão que sofrem com as violências de Kony. Sam se torna o “pastor da metralhadora”, que não tem medo de pegar em armas para defender o que pensa.

A história é conhecida, e esta viva até hoje. Conforme divulgamos aqui no Cinem(ação) e foi vista ao redor do mundo, Kony é um assassino sanguinário que ataca vilarejos do Sudão. No caminho de Kony, Sam Childers é um “pastor” que ama uma causa e por isso tenta de alguma maneira melhorar a vida das crianças sudanenses. A história é veridica e até hoje Sam esta na ponte-aérea entre Sudão e EUA adminsitrando um orfanato que construiu no país africano e ajudando também americanos que um dia estiveram perdidos.

Quem contou a história de Sam Childers foi Marc Forster, mesmo diretor de 007 – Quantum of Solace, e quem teve a incubência de adaptar a história escrita por Sam para os cinemas foi Jason Keller que recentemente trabalhou no roteiro de Espelho, Espelho Meu.

No elenco Gerard Butler assume o papel de Sam, Michelle Monaghan é a esposa, Michael Shannon (II) um amigo viciado e Madeline Carroll a filha.

O filme em si tem um objetivo claro, divulgar a história de Sam apra o mundo, e por isso apega-se muito no personagem central e todo o seu desenvolvimento. Neste sentido, o filme perde um pouco da “sensibilidade” apesar de explorar bem os 2 polos: EUA e Sudão. Alias, esta é a grande virtude do filme, mostrar de forma muito sutil as diferenças culturais, economicas e humanas de cada país. O filme cumpre com seu papel e tem seu objetivo concluido com sucesso.

Porém é um filme que talvez tenha perdido um pouco em qualidade artistica, pois os atores são regulares e a emoção que os cabe passar, é muito sucinta.

“Redenção” é um filme regular que passa essa mensagem de: “mova-se, mas antes de qualquer coisa, aprenda a arrumar suas coisas”. É um filme motivador e bastante centrado.

Confira o trailer de “Redenção”:

Nota: 3 Claquetes
 

Comments

comments

  • http://awesomeplayers.wordpress.com Guilherme Awesome Dude

    parece interessante esse filme

CIN(ESTREIA)

0 138

Quem acha que após o período de férias de verão (no hemisfério norte) termina junto com as boas estreias, está muito enganado! Confira os...
Follow

Get every new post delivered to your Inbox

Join other followers: